Ex-alunas criam modelo de negócio para festa de formatura

Startup Celebrar, criadas por formandas da USP, foi uma das vencedoras do Prêmio Mulheres Tech em Sampa

Por - Editorias: Universidade
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
Integrantes da startup Celebrar, na primeira fileira de camiseta preta, durante premiação realizada em São Paulo - Foto: Divulgação
Integrantes da startup Celebrar, na primeira fileira, durante premiação realizada em São Paulo – Foto: Prêmio Mulheres Tech em Sampa

.
Com vontade de revolucionar o mercado tradicional de eventos, estudantes que se formaram na USP, decidiram criar uma startup que possibilitasse festas de formaturas mais inclusivas e democráticas. Além disso, a startup, chamada Celebrar, também tem o objetivo de dar oportunidade para fornecedores de todos os tipos de serviços para festas.

A Celebrar conecta universitários aos fornecedores de serviços para festas e produtores de eventos, simplificando a organização de festas de formatura e deixando o valor gasto menor. Esse modelo foi idealizado por Camila Florentino e Patricia Portes, ex-alunas do curso de Lazer e Turismo da EACH, e Monna Santos, ex-aluna do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP.

O projeto surgiu a partir de um Estudo de Viabilidade realizado pela Camila, na EACH, em 2013, com orientação do professor Renato Seixas, da disciplina Empreendedorismo Aplicado ao Lazer e Turismo. O estudo buscou soluções para os problemas no mercado de eventos sociais por meio do uso colaborativo da tecnologia e foi apresentado como Trabalho de Conclusão do Curso de Lazer e Turismo.

Em 2015, Monna Santos realizou um Mapeamento do Ecossistema de Startups de Software da Cidade de São Paulo, orientado pelo professor Fabio Kon, da disciplina de Empreendedorismo Digital, no IME.

As fundadoras Camila e Patricia conheceram Monna em um evento realizado no ano passado pelo IMEmpreende, iniciativa que visa encorajar e fortalecer o empreendedorismo entre alunos ou já formados e docentes do IME. Ainda em 2016, as jovens participaram no 17º Programa de Aceleração da Startup Farm, a maior aceleradora da América Latina.

Atualmente, a startup divide sua operação no Campus São Paulo, espaço de trabalho compartilhado criado pela Google localizado no bairro do Paraíso, e na Oddball Creative Coworking, localizado no bairro da Vila Mariana.

Premiação

A startup Celebrar foi uma das vencedoras do Prêmio Mulheres Tech em Sampa, promovido pela Prefeitura de São Paulo em parceria com a Rede Mulher Empreendedora e o Airbnb. A final ocorreu no dia 24 de janeiro no Google Campus, em São Paulo.

Celebrar foi uma das doze selecionadas entre 60 outros projetos para a final. As seis startups vencedoras irão receber mentoria, assessoria de imprensa, acesso a espaços de coworking e rodadas com investidores anjo. Além destes benefícios, o Airbnb irá oferecer às participantes a “Casa das Empreendedoras”, casa do site de aluguel de quartos e casas, que temporariamente receberá as empreendedoras e suas equipes para atividades de imersão em desenvolvimento de negócio.

Outro prêmio oferecido à startup que apresentar melhor desempenho ao longo do Programa, é uma viagem à sede da empresa no Vale do Silício, onde receberá mentoria de executivos do Airbnb. O Prêmio Mulheres Tech em Sampa tem o objetivo de aumentar a participação de mulheres no setor de tecnologia e no ecossistema de inovação e startups de São Paulo.

Com informações da Assessoria de Comunicação da EACH

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados