Evento discute direito a apagar fatos publicados via internet

No dia 22 de agosto, USP e Sesc São Paulo debatem conflito que afeta a liberdade de expressão

Por - Editorias: Universidade
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn125Print this pageEmail
A proposta do evento é refletir sobre o “direito ao esquecimento” de fatos publicados via internet – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

Memória ou esquecimento: como lidar com isso? Este é o nome e tema de um encontro que será realizado no dia 22 de agosto e vai debater a figura jurídica do “direito ao esquecimento” em relação ao pedido de total apagamento de fatos passados e publicados via internet. A proposta é refletir o conflito que afeta a liberdade de expressão e o conhecimento da realidade sob o ponto de vista do “direito ao esquecimento”.

O evento é organizado pelo Núcleo de Apoio à Pesquisa Observatório de Comunicação, Liberdade de Expressão e Censura (Obcom), da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, em parceria com o Instituto Palavra Aberta e o Centro de Pesquisa e Formação (CPF) do Sesc São Paulo.

Privacidade, Sigilo e Compartilhamento – Foto: Moisés Dorado

Na ocasião, haverá o lançamento do e-book Privacidade, Sigilo e Compartilhamento. A obra une os trabalhos apresentados em seminário de mesmo nome ocorrido em novembro de 2016.

A palestra começa às 19 horas, no Centro de Pesquisa e Formação (CPF) do Sesc São Paulo, localizado na Rua Dr. Plínio Barreto, 285, 4º andar, bairro Bela Vista, em São Paulo.

As inscrições podem ser feitas no site do Centro de Pesquisa e Formação neste link ou nas unidades do Sesc em São Paulo. O valor varia de R$ 4,50 a R$ 15,00.

Participarão das discussões os palestrantes:

Maria Luiza Tucci: historiadora e professora livre-docente do Departamento de História da USP. Coordenadora do LEER-Laboratório de Estudos sobre Etnicidade, Racismo e Discriminação. Autora dos livros, dentre outros, Cidadão do Mundo. O Brasil diante do Holocausto e dos refugiados do nazifascismo (Perspectiva, L’Harmattan e Lit Verlag) e Diez Mitos sobre los Judios (Cátedra; Ateliê Editorial).

Maria Cristina Castilho Costa: professora titular de Comunicação e Cultura da ECA. Coordenadora do Observatório de Comunicação, Liberdade de Expressão e Censura da USP.

Patrícia Blanco: pós-graduada em Marketing pela ESPM e presidente-executiva do Instituto Palavra Aberta.

Walter de Sousa Junior: doutor e mestre em Comunicação pela ECA. Autor de Mixórdia no picadeiro – Circo-teatro em São Paulo (1930-1970) (Terceira Margem, 2011).

Oscar Vilhena Vieira: pós-doutor pelo Centre for Brazilian Studies – St. Antonies College, da Universidade de Oxford. Doutor e mestre em Ciência Política pela USP. É professor na Escola de Direito da FGV-SP.

Serviço

Data: 22/8/2017
Horário: 19h às 21h30
Local: Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – 4º andar – Bela Vista – São Paulo
Valores: R$ 4,50 credencial plena; R$ 7,50 pessoa com mais de 60 anos, deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante; R$ 15,00 inteira.
As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Da Assessoria de imprensa

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn125Print this pageEmail

Textos relacionados