Estudante da USP ganha Olimpíada Brasileira de Medicina Interna

Competição conta com participantes residentes e do sexto ano da graduação; vencedor é do curso de Medicina em São Paulo

Por - Editorias: Universidade
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Estudantes e residentes de Medicina responderam prova escrita por meio eletrônico  – Foto: Visual Hunt /CCO

 

Uma prova que reúne 80 questões sobre a medicina clínica e tem o intuito de incentivar a pesquisa científica entre os estudantes de medicina do País. Essa é Olimpíada Brasileira de Medicina Interna, realizada pela primeira vez pelo Conselho Federal de Medicina e vencida por Daniel Added, aluno da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP). A competição, ocorrida no dia 27 de março, contou com a participação de universitários do sexto ano de medicina, além de residentes em clínica médica do primeiro, segundo e do terceiro ano (R1,R2 e R3).

Daniel Added – Foto: Divulgação/FMUSP

A olimpíada premia um aluno de cada categoria através de avaliação on-line com testes na área básica de clínica médica, ou medicina interna como também é conhecida. Uma das mais populares vertentes da medicina, a clínica médica engloba as áreas não cirúrgicas, subdividida em várias outras especialidades. As questões exigiam um trabalho de investigação e diagnóstico das doenças dos possíveis pacientes.

Daniel Added conquistou o primeiro lugar na olimpíada e conta que, para além de uma conquista profissional, é uma ótima forma de premiar o fim de sua graduação à qual se dedicou muito. “É uma vitória minha e também da Faculdade de Medicina. A dedicação dos alunos de medicina ao curso deve vir desde os primeiros contatos com a graduação; existe na faculdade um mito de que os maiores aprendizados vêm só no fim do curso, quando se têm as experiências práticas através de residências.”

Ele comentou a importância da faculdade para a sua formação acadêmica e pessoal ao aprender sobre a medicina em sua essência. “Eu não tenho nem palavras para agradecer a todos os residentes, preceptores e professores que contribuíram para o meu desenvolvimento técnico e humano.”

Para Added, a reforma curricular pela qual a Faculdade de Medicina passou recentemente refletiu no modo de ensinar dos professores, que deixaram de ser apenas os “detentores da informação”, e estimulou aos estudantes um protagonismo maior. “A faculdade tem percebido isso com a reforma curricular, proporcionando também mais tempo para os alunos estudarem.”

Premiação

Os vencedores da Olimpíada Brasileira de Medicina interna são contemplados com passagens e ajuda de custo para o terceiro Fórum de Clínica Médica do Conselho Nacional de Medicina, em Brasília, quando ocorrerá a cerimônia de premiação, na qual receberão o certificado de honra ao mérito, no dia 27 de abril.

O Fórum de Clínica Médica, que chega à sua terceira edição este ano, será um evento com a promoção de diversos debates em torno do tema Clínica médica na estruturação e acesso ao sistema de saúde. “Participar de um fórum que vai discutir temas bem relevantes para o País, como a residência em clínica médica mudar para três anos, vai ser muito interessante”, disse o vencedor da olimpíada.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados