Especialistas da USP contam como era o Brasil pré-histórico

No dia 24 de abril, às 18h30, no auditório do Masp, será realizado o primeiro evento deste ano do USP Talks

Por - Editorias: Universidade
Dinossauros estão entre os habitantes do Brasil pré-histórico – Foto: Reprodução/O Brasil dos dinossauros – Editora Marte

Imagine se você tivesse uma máquina do tempo e pudesse voltar ao passado. Como era o Brasil 100 milhões de anos atrás, na época dos dinossauros? Quais eram as paisagens desse Brasil pré-histórico e quais animais fantásticos caminhavam por elas? Para falar um pouco dessa história, o USP Talks convidou dois professores Max Langer, do Laboratório de Paleontologia da USP em Ribeirão Preto, e Mario de Vivo, do Museu de Zoologia da USP.

O evento será no dia 24 de abril, às 18h30, no auditório do Masp, em São Paulo. Ele tem duração de uma hora, com duas apresentações de 15 minutos, mais 30 minutos de debate com o público. Haverá transmissão ao vivo pelo Facebook. A entrada é gratuita e os ingressos serão distribuídos na bilheteria a partir das 16h30 (374 ingressos). Não é necessário fazer reserva.

Max Langer é um dos maiores especialistas em dinossauros do Brasil. Ele é professor associado do Departamento de Biologia da USP em Ribeirão Preto e ex-presidente da Sociedade Brasileira de Paleontologia (2013-2017).

Mario de Vivo é biólogo, especialista na história evolutiva dos mamíferos na América do Sul. Foi curador de mamíferos (mastozoologia) do Museu de Zoologia da USP até 2017 e hoje é professor sênior do Instituto de Estudos Avançados da USP, campus de Ribeirão Preto.

O USP Talks é promovido pela Pró-Reitoria de Pesquisa em parceria com o Estadão. Para assistir aos eventos anteriores do USP Talks, clique aqui. O auditório do Masp fica na Av. Paulista, 1.578.

Com informações da PRP

 

 

Textos relacionados