Empresa de vacinas dos EUA inicia operação no Brasil em parque da USP

Instalada no Supera Parque, em Ribeirão Preto, a BioProphecy pode se tornar pioneira na produção da vacina contra o zika

  • 87
  •  
  •  
  •  
  •  
O Supera Parque, instalado no campus da USP em Ribeirão Preto – Foto: Supera Parque

O Supera Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto foi o local escolhido pela empresa norte-americana BioProphecy – especialista no fornecimento de produtos e equipamentos biotecnológicos, laboratoriais e médicos para o desenvolvimento de pesquisas na área da saúde, para implantar sua unidade no Brasil.

A vinda da empresa foi possível por meio do programa softlanding oferecido pelo Supera International Office, que tem por objetivo facilitar a entrada ou expansão de empresas internacionais no País. “O programa tem a missão de apresentar às empresas a cultura brasileira e as nossas melhores práticas. Também auxiliamos as startups com os trâmites legais e regulatórios para que possam se instalar no Supera Parque”, explica Luiz Segantini, consultor do escritório internacional.

Com sede nos Estados Unidos, a BioProphecy está estrategicamente localizada nas proximidades da Universidade de Harvard e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), dois dos maiores centros de inovação do mundo. “O programa softlanding do Supera Parque foi uma grande oportunidade para a BioProphecy manter o padrão adotado no exterior e expandir a empresa em solo nacional”, explica Cleverson Fernandes, CEO da BioProphecy.

Fernandes diz que a escolha do Supera Parque se deve, principalmente, pela sua localização estratégica: o parque tecnológico está sediado próximo à USP, do Hospital das Clínicas da Universidade (vinculado à Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto), e está prestes a receber uma unidade da Fiocruz. “Além da localização privilegiada, o ambiente intelectual nas instalações do parque proporciona um networking fantástico com fácil acesso às informações e apoio constante dos gestores”, diz.

Desenvolvimento de vacinas

A BioProphecy representa uma das principais empresas de vacinas nos Estados Unidas, que pode se tornar pioneira na produção da vacina contra o vírus zika. O CEO da empresa explica que além da urgência brasileira em relação à doença, a necessidade de produção da vacina para o zika abrange 2,6 bilhões de pessoas em uma área de risco em 84 países.

“Graças ao esforço em conjunto da equipe BioProphecy e ao apoio do Supera Parque, estamos contribuindo para que o Brasil seja pioneiro no desenvolvimento da vacina contra o zika vírus. O objetivo é iniciar testes e produção de ensaios clínicos no Brasil ainda em 2018.”

Fernandes acrescenta que a empresa tem relacionamento com renomados pesquisadores, hospitais universitários e instituições de pesquisa. “Somos uma ponte que une interesses comuns de empresas farmacêuticas e biotecnológicas com o mercado brasileiro, onde o maior beneficiado será a população, que terá acesso, com redução dos custos, ao que há de mais moderno na área da saúde.”

Supera Parque

O Supera Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto é resultado de uma parceria entre Fipase, USP, Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto e Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo. Instalado no campus da USP local, o Parque abriga a Supera Incubadora de Empresas, o Supera Centro de Tecnologia, a associação do Arranjo Produtivo Local (APL) da Saúde, o Polo Industrial de Software (PISO), além do Supera Centro de Negócios.

Ao todo, são 74 empresas instaladas no parque, sendo: 52 delas na Supera Incubadora de Empresas de Base Tecnológica; 15 empreendimentos no Centro de Negócios e sete na aceleradora SEVNA Startups.

Da Assessoria de Comunicação do Supera Parque

  • 87
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados