Em Assembleia, estudantes da USP aprovam greve geral

Greve estudantil foi aprovada em Assembleia Geral no dia 12 de maio

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Na noite do dia 12 de maio, os estudantes da USP decidiram dar início à greve por cotas, permanência e contratações. Segundo o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da USP, entidade representativa dos estudantes da capital como do interior, esta foi a maior assembleia estudantil do ano, e reuniu centenas de estudantes de diversos cursos e unidades na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH).

A Assembleia Geral dos Estudantes é o fórum máximo de deliberação do DCE.

Segundo o boletim do Sindicato dos Trabalhadores da USP (Sintusp) publicado hoje já estavam em greve os cursos de Enfermagem, Pedagogia e Letras. O prédio de Letras da FFLCH está ocupado por estudantes desde o dia 11, quarta-feira.

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados