Diretor da Poli recebe o Prêmio Lagrange

Concedido pela “Society for Industrial and Applied Mathematics”, o prêmio é um reconhecimento por sua contribuição ao avanço do conhecimento sobre Sistemas Não Lineares e Complexidade

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

No dia 17 de maio, o diretor da Escola Politécnica (Poli) da USP, José Roberto Castilho Piqueira, professor titular do Departamento de Engenharia de Telecomunicações e Controle (PTC), recebeu o Prêmio Lagrange, concedido pela Society for Industrial and Applied Mathematics (SIAM), dos Estados Unidos, durante a sexta edição da Conferência Internacional em Sistemas Não Lineares e Complexidade, no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), em São José dos Campos (SP).

Todo ano, um comitê internacional seleciona um pesquisador para homenagear no congresso internacional da SIAM, como um reconhecimento do seu trabalho científico desenvolvido ao longo da carreira acadêmica.

Localizada no estado da Filadélfia, a SIAM reúne uma comunidade internacional de mais de 14 mil membros e quase 500 instituições acadêmicas, industriais e de serviços de pesquisa e desenvolvimento, consultorias e organizações militares e governamentais de vários lugares do mundo. Seu objetivo é contribuir com o desenvolvimento da Matemática Aplicada, combinada com metodologias computacionais, para ajudar a encontrar soluções para diversos problemas da sociedade.

“Estudo os sistemas não lineares e complexos desde que comecei meu programa de doutorado, em 1984. De lá para cá, convivi com excelentes pesquisadores de diversos países e encontrei em meus alunos de graduação e pós-graduação ótimos parceiros de trabalho. Esta honraria se deve muito a eles e, principalmente, ao meu orientador de doutorado, o saudoso professor Jocelyn Bennaton”, ressalta Piqueira. “Ser lembrado em uma ocasião como esta é um forte incentivo para continuar a pesquisa e minha gratidão a meus colegas é imensa”, afirmou Piqueira.

O diretor da Poli é graduado em Engenharia Elétrica pela Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP (1974). Tem mestrado em Engenharia Elétrica pela mesma Escola (1983) e é doutor em Engenharia Elétrica pela Poli-USP (1987), onde também é livre-docente (em Controle e Automação – 1997). Tem 100 artigos indexados na principal coleção da Web of Science, orientou 23 mestrados, 22 doutorados e supervisionou nove pós-doutorados.

Ele participa ainda do corpo editorial do periódico Journal of Control, Automation and Electrical Systems (Springer). É presidente do Conselho Superior do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN) e membro efetivo da Academia Nacional de Engenharia. Tem experiência nas áreas de Engenharia Elétrica e Biomédica, com ênfase em Teoria Geral dos Circuitos Elétricos, atuando principalmente nos seguintes temas: dinâmica, bifurcação, sincronismo, caos e modelos matemáticos.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados