Debate na USP reúne pesquisadoras do movimento feminista

Evento será realizado dia 9 de junho e terá como tema o livro “50 Anos de Feminismo”

Por - Editorias: Universidade
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Livro é originado de pesquisa que comparou o processo de transformação da condição de gênero na Argentina, no Brasil e no Chile – Foto: George Campos / USP Imagens

Nos últimos 50 anos, o movimento feminista na América Latina conduziu uma mudança cultural visível no trabalho, na educação, na estrutura familiar, na política e no uso dos meios de comunicação. Lançado recentemente, o livro 50 Anos de Feminismo: Argentina, Brasil e Chile (Edusp) reúne reflexões de uma pesquisa que comparou os processos de transformação da condição de gênero nesses três países.

No dia 9 de junho, a partir das 16 horas, um evento na Cidade Universitária vai apresentar a obra e propor um debate com autoras e convidadas. O local é a sala 14 do prédio de Ciências Sociais da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP.

Para os ouvintes que desejarem obter o certificado de participação é necessário preencher o formulário.

O livro é organizado pela socióloga e professora da USP, Eva Blay, que estará no debate, e pela também socióloga Lúcia Avelar. Estarão presentes no evento as pesquisadoras Patricia Rangel, da Universidade Livre de Berlim; Patricia Muñoz Cabrera, da USP; Paula Yone Stroh, da Universidade Federal de Alagoas; Renata Gonçalves, da Unifesp; e Jéssica Melo, da Unifesp.

A obra pode ser adquirida pelo site da Edusp ou durante o evento.

Mais informações: site https://www.facebook.com/50anos, e-mail 50anosdefeminismo@gmail.com

 

Livro discute avanços e desafios do feminismo na América do Sul

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados