Curso debate práticas e avanços no tratamento do diabete

Dentre os temas a serem debatidos está o transplante de células-tronco que elimina a aplicação de insulina

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Nesta sexta-feira e sábado (14 e 15), ocorre, em São Paulo, o curso de endocrinologia e diabete Endodebate, voltado a médicos de todo o País. O objetivo é discutir os avanços existentes no tratamento e as práticas dos consultórios que permitem ao diabético viver mais e melhor. Dentre os temas que irão movimentar o curso estão os sensores de glicemia que não necessitam de picadas e o transplante de células-tronco que elimina a aplicação de insulina.

Dentre os temas do curso estão os sensores de glicemia que não necessitam de picadas – Foto: via Visual Hunt

O dr. Carlos Eduardo Barra Couri, coordenador do Endodebate e integrante da equipe de céculas-tronco do Hospital das Clínicas da USP de Ribeirão Preto, traz mais informações sobre o assunto. “Toda essa discussão, em última análise, visa a melhorar o atendimento do paciente com diabete, e, antes de mais nada, prevenir qualquer tipo de complicação”, ressalta.

 

Serviço

O curso ocorre nos dias 14 e 15 de julho, com início às 7h50, no Hotel Bourbon Convention Ibirapuera, localizado na Av. Ibirapuera, 2.927 – Moema, São Paulo-SP. Para participar, é necessário realizar inscrição. Mais informações podem ser obtidas através do site http://endodebate.com.br/.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados