Aluno de pré-iniciação científica da USP é aprovado na Poli

Victor Alves decidiu pelo curso de Engenharia depois de passar um ano em contato com a Escola Politécnica

Por - Editorias: Universidade
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Victor Estevo Alves agora é calouro do curso de Engenharia de Minas da Escola Politécnica da USP – Foto: Divulgação/Poli

O estudante Victor Estevo Alves passou no concorrido vestibular da Fuvest e agora é aluno do curso de Engenharia de Minas da Escola Politécnica (Poli) da USP. A conquista é consequência direta de sua participação no Programa de Pré-Iniciação Científica (Pré-IC) da USP em 2017, quando estudava no Instituto Técnico de Barueri Brasilio Flores de Azevedo, uma das escolas públicas participantes da iniciativa.

Ao longo de um ano, Alves participou de todas as atividades realizadas na Pré-IC: pôde entrar em contato com professores e alunos da Poli, conhecer os laboratórios, entender o que é a Engenharia, como funciona a escola e a USP, saber como é o processo de produção do conhecimento científico na instituição. O jovem relata que entrar em contato com os alunos da Poli foi decisivo para a escolha da profissão. “Além de ter me dado a experiência do dia a dia da Universidade, me guiou a fazer a escolha da minha carreira”, aponta. “Se não fosse o Pré-IC, eu provavelmente teria desistido de realizar o curso devido à sua dificuldade, tanto para ingressar quanto para se manter, mas os professores e colegas me motivaram a tentar, a me esforçar, me mostraram que seria possível. Devo muito a esse programa”, ressalta. Ele disse ainda que espera retribuir a oportunidade participando como monitor do Pré-IC.

O professor do Departamento de Engenharia de Transportes da Poli, Edvaldo Simões da Fonseca Junior, foi um dos seus orientadores e participa do Programa desde sua implantação na Poli.  Ele explica que o trabalho dos docentes no Pré-IC consiste em falar sobre engenharia em uma linguagem acessível, despertando nos alunos de escolas públicas o interesse pelos estudos em geral:

Eles não se imaginam na USP, acham que é inalcançável. Precisamos abrir as portas para que os alunos percebam que frequentar a Universidade é possível para todos aqueles que se dedicam, se esforçam e querem realmente estudar

Desde 2007, a Poli participa do Programa de Pré-Iniciação Científica, criado pela Pró-Reitoria de Pesquisa, com o objetivo de despertar e incentivar o interesse de estudantes da rede pública de ensino pela pesquisa científica nas diversas unidades da USP. Na Poli, o programa já abriu as portas da ciência e da vivência acadêmica a inúmeros egressos de escolas estaduais para quem um curso universitário em uma instituição pública parecia algo muito distante.

Da Assessoria de Imprensa da Poli

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados