Violeiro Júlio Santin e sua luta pela preservação da cultura caipira

O programa “Revoredo” destaca obras do paulistano Júlio Santin, como “Irapuru” e “Piedade”

 

O programa Revoredo desta semana é em homenagem ao violeiro Júlio Santin. Paulista da região da Alta Paulista, aprendeu a tocar e a fabricar seus próprios instrumentos de maneira autodidata.

O violeiro realiza trabalhos para a preservação da música caipira na região onde nasceu, sendo um dos idealizadores da mostra de cultura caipira da cidade de Irapuru, o Caipirapuru, durante 15 edições.

No programa foram apresentadas as músicas Irapuru; Revoada; Festa do Milho; Ternura; Estação das Chuvas; Despertar; Quebradas; Regresso; Do Jeito que Foi Feito; Sentimento Matuto; Entre Amigos; Piedade; Canção da Festa do Milho.

O Revoredo é produzido e apresentado pelo maestro José Gustavo Julião de Camargo, do Departamento de Música da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP, com trabalhos técnicos de Luiz Antonio Fontana.

Por: Thainan Honorato

Textos relacionados