Uma das mais belas obras para violino está em “Manhã com Bach”

Programa apresenta também uma cantata e prelúdios e fugas de “O Teclado Bem Temperado”

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Parte 1

Parte 2

Parte 3

.
Uma das mais belas obras para violino da história da música foi apresentada no programa Manhã com Bach, nos dias 16 e 17 de setembro de 2017. Trata-se da Partita em Mi Maior (BWV 1006), composta por Johann Sebastian Bach (1685-1750) em 1720, em Köthen, a corte em que o compositor trabalhou entre 1717 e 1723 e onde tinha à disposição a excelente orquestra mantida pelo príncipe Leopold von Anhalt-Köthen.

Manhã com Bach apresentou também dois pares de prelúdio e fuga do livro 2 de Das Wohltemperierte Klavier (O Teclado Bem Temperado) – o Prelúdio e Fuga Número 14 em Fá Sustenido Menor (BWV 883) e o Prelúdio e Fuga Número 15 em Sol Maior (BWV 884) – e a cantata Ihr Menschen, rühmet Gottes Liebe, “Vós, homens, glorificai o amor de Deus (BWV 167). Ouça nos links acima a íntegra do programa.

A respeito da Partita em Mi Maior (BWV 1006), o musicólogo austríaco Karl Geiringer – um dos grandes analistas da obra de Bach do século 20 – comenta que ela faz parte de um conjunto de três sonatas e três partitas para violino solo criadas em Köthen, que se situam entre as mais poderosas manifestações do gênio de Bach. Em seu livro Johann Sebastian Bach – O Apogeu de Uma Era (Jorge Zahar Editor), Geiringer afirma que, “embora o violino tivesse sido tratado polifonicamente na Itália e especialmente na Alemanha antes da época de Bach, a realização de Bach é ímpar. Nenhum outro compositor escreveu, nesse campo, obras de igual grandeza e magnificência”. No programa, a Partita em Mi Maior (BWV 1006) foi interpretada por um dos maiores violinistas da atualidade, o israelense Itzhak Perlman.

Já a cantata Ihr Menschen, rühmet Gottes Liebe, “Vós, Homens, Glorificai o Amor de Deus”(BWV 167), foi apresentada pela primeira vez em 24 de junho de 1723. Trata-se, portanto, de uma das primeiras cantatas compostas por Bach em Leipzig, que assumiu o cargo de Kantor (diretor de música) em Leipzig – função que ocuparia por 27 anos, até sua morte, em 1750 – em 31 de maio daquele ano.

É uma cantata que exorta o ser humano a lembrar o seu Criador e a lhe dar glória, como afirma a primeira estrofe da letra de autor desconhecido:

Ihr Menschen, rühmet Gottes Liebe                   Vós, homens, glorificai o amor de Deus

Und preiset seine Gütigkeit!                                E exaltai a sua bondade!

Lobt ihn aus reinem Herzenstriebe                   Louvai-o de puro impulso do coração 

Dass er uns zu bestimmter Zeit                          Pois ele, em determinado tempo 

Das Horn des Heils, den Weg zum Leben        A trombeta da salvação, o caminho para a vida

An Jesu, seinem Sohn, gegeben                         Em Jesus, seu filho, nos deu

A cantata foi executada pelo Tölzer Knabenchor, sob a direção de Gerhard Schmidt-Gaden, e pelo Concentus Musicus Wien, sob a regência de Nikolaus Harnoncourt.

O programa Manhã com Bach vai ao ar sempre aos sábados, às 9 horas, com reapresentação no domingo, também às 9 horas, inclusive via internet, pela Rádio USP (93,7 MHz).

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados