“Ambiente É o Meio” discute os povos indígenas no Brasil

Segundo líder indígena, na Amazônia ainda existem 60 povos que vivem isolados

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

O programa Ambiente É o Meio desta semana traz entrevista com Sônia Guajajara, mulher que está à frente da coordenação executiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib). A articulação é uma instância de aglutinação e referência nacional do movimento indígena no Brasil, que nasceu com o propósito de fortalecer a união dos povos indígenas; a articulação entre as diferentes regiões e organizações indígenas do País; unificar as lutas dos povos indígenas, a pauta de reivindicações e demandas e a política do movimento indígena; e mobilizar os povos e organizações indígenas do País contra as ameaças e agressões aos direitos indígenas.

Sônia é uma líder indígena da terra Arariboia, do município de Amarante, no Maranhão. Ela ressalta que a grande maioria dos brasileiros despreza os povos indígenas, esquecendo que são povos originários do País, por isso precisam lutar pelos movimentos que defendem.

O Brasil possui uma grande diversidade de povos indígenas. Segundo dados do Instituto Socioambiental (ISA), existem 305 povos diferentes que falam 274 línguas. Na Amazônia há mais de 60 povos, e, pelo País, cerca de 80, que vivem isolados e nunca fizeram contato com a sociedade.  

Por: Vitória Junqueira

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados