A linha de ligação da vida e da morte expressa em romance japonês

Estamos falando de “O Museu do Silêncio”, de Yoko Ogawa, que tem como protagonista um museólogo

Bloco 01

Bloco 02

Bloco 03

Nesta edição, conversamos com Rita Kohl, que traduziu diretamente do japonês o romance O Museu do Silêncio, de Yoko Ogawa. O livro tem como protagonista   um museólogo, o narrador da história, que é contratado por uma rabugenta velha senhora para a criação de um museu em sua propriedade. O assunto principal é a memória, mas os temas são muitos e interligados de modo a que nos percamos, como o protagonista ao percorrer a linha de ligação da vida e da morte. Este livro foi publicado pela editora Estação Liberdade.

O programa Biblioteca Sonora tem produção de Marcelo Bittencourt e  vai ao ar às terças-feiras, às 17h, com reprise no sábado, às 16h, e às segundas-feiras, à 1h.

Textos relacionados