USP e Secretaria Estadual assinam protocolo na área de energia

As ações visam ao intercâmbio para o desenvolvimento da política energética e mineral no Estado de São Paulo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
Zago_João Meirelles_Foto Cecília Bastos 05
O reitor Marco Antonio Zago (à esq.) e o secretário João Carlos Meirelles

Propor ações para implementação e aprimoramento de estudos, projetos e programas de interesse ao fomento do setor energético e mineral do Estado. Com esse objetivo, foi assinado, no dia 5 de abril, um protocolo de intenções entre a USP e a Secretaria Estadual de Energia e Mineração. A cerimônia foi realizada no Salão de Atos, no prédio da Reitoria.

O protocolo visa promover o intercâmbio de conhecimentos técnicos, experiências e informações entre as duas instituições e deverá envolver, no âmbito da USP, os pesquisadores da Escola Politécnica (Poli), do Instituto de Energia e Ambiente (IEE) e da Superintendência de Gestão Ambiental (SGA).

“Essa troca de informações é fundamental para que os técnicos da Secretaria consigam aproximar a inovação, que está sendo realizada na academia, das empresas do setor de energia. A Universidade precisa estar cada vez mais perto do setor produtivo para fomentar a geração de emprego e renda”, explicou o secretário de Energia e Mineração, João Carlos Meirelles.

Para a execução do acordo, será constituído um grupo de trabalho composto por representantes da USP e da Secretaria que realizará o planejamento, acompanhamento e avaliação das atividades.

“A parceria com a Secretaria reflete as principais missões da Universidade, que são a produção do conhecimento e a transferência desse conhecimento gerado em prol da sociedade”, afirmou o reitor da USP, Marco Antonio Zago.

A Secretaria irá disponibilizar informações técnicas e econômicas da indústria de energia elétrica, renovável, mineração, petróleo e gás natural. Serão compartilhados programas, projetos e estudos, especialmente os que abordem questões relativas a economia, mercado, produção, consumo, meio ambiente e logística desses setores. O acordo não prevê a transferência de recursos humanos e financeiros.

Além do secretário e do reitor da USP, participaram do evento, pela Universidade, o pró-reitor de Graduação, Antonio Carlos Hernandes; o pró-reitor de Pós-Graduação, Carlos Gilberto Carlotti Junior; o diretor da Poli, José Roberto Castilho Piqueira; o diretor do IEE, Colombo Celso Gaeta Tassinari; a superintendente da SGA, Patrícia Faga Iglecias Lemos; o superintendente do Espaço Físico (SEF), Osvaldo Shigheru Nakao; o prefeito do campus de Ribeirão Preto, Américo Sakamoto; e o chefe de Gabinete da Reitoria, Thiago Rodrigues Liporaci. Pela Secretaria, estiveram presentes o secretário-adjunto de Energia e Mineração e professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP, Ricardo Toledo Silva; e o chefe de Gabinete e Relações Institucionais, Marco Antonio Castelo Branco.

(Com informações da Assessoria de Imprensa da Secretaria de Energia e Mineração / Foto: Cecília Bastos – USP Imagens)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados