USP assina protocolos de intenções com Secretaria de Meio Ambiente

As parcerias dizem respeito à gestão ambiental dos municípios paulistas e atividades ligadas ao Escritório Regional do Programa da ONU

  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
O secretário estadual de Meio Ambiente, Maurício Brusadin (à esquerda), e o reitor da USP, Marco Antonio Zago – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

A USP e a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SMA) assinaram, no dia 23 de janeiro, dois protocolos de intenções, em uma cerimônia realizada na sede da secretaria, em São Paulo.

O primeiro documento prevê a conjugação de esforços para viabilizar a avaliação das gestões ambientais pelos municípios paulistas, por meio de indicadores de sustentabilidade, no âmbito do Programa Município VerdeAzul, desenvolvido pela Secretaria. Criado em 2007, o programa tem como objetivos estimular e auxiliar as prefeituras paulistas na elaboração e execução de suas políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do Estado.

A Universidade e a Secretaria deverão definir um plano de trabalho que servirá como base para o desenvolvimento das atividades. A USP atuará na interpretação dos dados contribuindo para seu aperfeiçoamento, além de dar apoio técnico na estruturação e na aplicação dos indicadores de sustentabilidade, particularmente os alinhados com a normalização técnica da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e da International Organization for Standardization (ISO). O projeto originou-se da tese de doutorado da aluna da Escola Politécnica (Poli) Iara Negreiros, com a coordenação do professor da Poli, Alex Abiko, que também estavam presentes ao evento.

O segundo protocolo estabelece a parceria entre a secretaria e a USP para a implementação de diferentes tipos de projetos e iniciativas que permitam o avanço de discussões, debates, transferência de conhecimento e ações colaborativas relacionados com a Agenda ONU 2030 e os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

O plano de trabalho será definido pela secretaria e pelo Escritório Regional do Programa Cidades do Pacto Global da ONU, instalado na USP em outubro do ano passado e coordenado pela superintendente de Gestão Ambiental da Universidade, Patrícia Faga Iglecias Lemos, que também assinou o protocolo. Este é o primeiro escritório do programa – acordo humanitário entre empresas, organizações da sociedade civil e demais instituições de todo o mundo, coordenado pela ONU – no mundo.

Integração com a sociedade

O reitor Marco Antonio Zago comemorou as iniciativas destacando que “a missão central da Universidade é a educação, a formação de pessoas. É importante que esse processo inclua aspectos relacionados a meio ambiente e sustentabilidade. A participação e a integração da USP com a sociedade, com a vida das cidades, são essenciais”, afirmou.

O secretário estadual de Meio Ambiente, Maurício Brusadin, ressaltou que “não é possível que uma secretaria como a nossa não faça alianças com a ciência. Temos grandes universidades que têm produção e conhecimento gigantescos. Temos que deixar claro que é a ciência que pautará nossas decisões. Estes dois protocolos que hoje assinamos representam mais um passo para a união de nossas entidades”.

Também participaram da cerimônia o vice-reitor da USP, Vahan Agopyan; o diretor da Escola Politécnica (Poli), José Roberto Piqueira; o superintendente do Espaço Físico, Osvaldo Shigueru Nakao; a chefe do Departamento de Engenharia de Construção Civil da Poli, Lúcia Helena de Oliveira, além de representantes da SMA.

  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados