Reitor da USP recebe título de cidadão ribeirão-pretano

O decreto legislativo de concessão do título, datado de 9 de junho deste ano, é de autoria dos vereadores Isaac Antunes e Rodrigo Simões

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
(Da esq. p/ dir.) O vereador Luciano Mega; a secretária de Educação de Ribeirão Preto e reitora da USP no período de 2005-2009, Suely Vilela; o vereador Alessandro Maraca; o reitor Marco Antonio Zago; o presidente da Câmara dos Vereadores, Rodrigo Simões; o prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira; e o diretor do Instituto Butantan e professor da FMRP, Dimas Tadeu Covas – Foto: Aline Pereira – Comunicação Social / Câmara dos Vereadores de Ribeirão Preto

No dia 27 de outubro, o reitor da USP, Marco Antonio Zago, foi agraciado com o título de cidadão ribeirão-pretano, concedido pela Câmara de Vereadores da cidade. O decreto legislativo de concessão do título, datado de 9 de junho deste ano, é de autoria dos vereadores Isaac Antunes e Rodrigo Simões.

Em seu discurso, o reitor, que é natural de Birigui, no interior de São Paulo, contou que saiu de sua cidade natal quando tinha 16 anos, em 1964. “Mas Ribeirão Preto foi a cidade de minha maturidade e da velhice. Foi nesta cidade que tive a oportunidade de participar da mais espetacular aventura a que todo ser humano tem direito, uma única vez, sem reprise: viver a grande aventura da vida!”, considerou.

Zago relembrou sua trajetória acadêmica dentro da Universidade, desde que era um aluno na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). “Quando aqui cheguei, buscava me educar para a profissão de médico, profissão que exerci por muitos anos. Como clínico, como hematologista, como diretor do Hospital das Clínicas. Preocupado com a saúde pública, juntamente com o doutor Dimas Covas, ajudei a criar o Hemocentro, o Centro Regional de Transfusão Sanguínea, que modificou a história da medicina transfusional e das doenças relacionadas”, relatou.

O reitor também aproveitou a oportunidade para fazer um apelo: “não seremos um país forte e estável enquanto não dermos à educação a prioridade absoluta que precisa ter. Gostaria de convidá-los para manter viva a tradição desta cidade como um centro de educação. Vamos fazer de Ribeirão Preto uma cidade em que os índices de escolaridade e de desempenho escolar no ensino fundamental, secundário e técnico estejam bem acima da média do Estado de São Paulo. Vamos fortalecer o campus da USP como um centro de desenvolvimento científico e tecnológico, como um motor econômico da região”.

Em agosto deste ano, o reitor recebeu o título de cidadão baurense.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados