USP está entre as 50 melhores em quatro áreas de concentração

Ranking chinês classificou Ciência dos Alimentos, Biotecnologia, Ciências Agrícolas e Odontologia entre as 50 melhores do mundo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

O Global Ranking of Academic Subjects, elaborado pela consultoria chinesa ShanghaiRanking, classificou, pela primeira vez, mais de 4 mil universidades, em 52 áreas de concentração. A divulgação ocorreu no dia 28 de junho.

A USP é a universidade brasileira que mais aparece na lista: 32 vezes ao todo, sendo que, em quatro áreas de concentração, ela está entre as 50 melhores instituições do mundo: Ciências e Tecnologia dos Alimentos (7º lugar), Odontologia (9º), Ciências Agrícolas (12º) e Biotecnologia (39º).

Ocupando as melhores posições estão universidades dos Estados Unidos, seguidas por universidades chinesas e britânicas.

O ranking analisa os dados bibliométricos das bases Web of Science e InCites, levando em consideração cinco indicadores: número de artigos publicados; impacto dos artigos indexados no Science Citation Index; extensão da colaboração internacional; número de artigos publicados em revistas de impacto; e número de docentes premiados internacionalmente.

Embora já avalie as universidades em cinco áreas de concentração desde 2009, essa é a primeira vez que a classificação é estendida a 52 áreas. O ranking é uma vertente do Academic Ranking of World Universities (ARWU), publicado desde 2003 pela Shanghai Jiao Tong University e considerado um dos precursores dos rankings de universidades. Na edição de 2016 do ranking geral, a USP foi classificada no grupo 101-150, sendo a universidade com a melhor colocação entre as instituições latino-americanas.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados