Vice-reitor participa de seminário e aula magna na Escola Politécnica

Seminário comemorou os 50 anos da Fundação Vanzolini. A aula magna foi ministrada pelo ex-reitor e professor emérito da Universidade, José Goldemberg

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

O vice-reitor Vahan Agopyan participou, no dia 7 de março, do primeiro de uma série de cinco seminários organizados pela Fundação Vanzolini, como celebração de seus 50 anos de existência.

Intitulado “O Papel da Fundação Vanzolini na Relação Universidade-Empresa”, o seminário foi realizado no auditório do Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da USP.

O seminário “O Papel da Fundação Vanzolini na Relação Universidade-Empresa” foi realizado no auditório do Departamento de Engenharia de Produção da Poli

“A Poli é uma Escola de Engenheira pública, gratuita e de alto nível, e, sendo assim, precisa de recursos. Mas o que recebemos do Governo do Estado é insuficiente para mantermos o nível”, afirmou o diretor da Escola Politécnica, José Roberto Castilho Piqueira.

O diretor da Poli também destacou a importância da Vanzolini e das demais fundações para a manutenção do que ele define como os três grandes patrimônios da Escola – o físico, o intelectual e o moral.

“Sem a ajuda das fundações, nosso patrimônio físico não estaria nas condições aceitáveis que temos hoje. A Poli conseguiu atravessar esse período de desequilíbrio financeiro da universidade sem sofrer grandes consequências porque ela sempre pôde contar com recursos de projetos, de trabalhos de seus professores e da interação com as fundações. Essa contribuição é preciosa”, disse.

Estavam presentes no evento o presidente da Diretoria Executiva da Fundação Vanzolini, João Amato Neto; o chefe do Departamento de Engenharia de Produção, professor Fernando Laurindo; Airton Grazzioli, curador das Fundações no âmbito do Ministério Público; a vice-diretora da Poli, Liedi Legi Bariani Bernucci; entre outros.

Aula magna da Poli

No dia 6, o vice-reitor também participou da aula magna da Poli, ministrada pelo ex-reitor e professor emérito da Universidade, José Goldemberg.

32443255464_d3ced30b69_k
A aula magna da Poli foi ministrada pelo ex-reitor e professor emérito da Universidade, José Goldemberg

Agopyan cumprimentou os alunos por perseverarem nos estudos, por terem escolhido a carreira de Engenharia e a Poli, que, recordou ele, busca formar engenheiros que “façam a diferença”.

O vice-reitor também ressaltou o trabalho de Goldemberg na USP, quando este ocupou a reitoria da instituição, entre 1986 e 1990. “Se a USP hoje está presente nos rankings internacionais como uma das melhores da América Latina, devemos isso também ao professor Goldemberg, que promoveu uma reforma na universidade e a desenhou para ser a instituição de ponta que temos hoje”, concluiu.

Falando para uma plateia de mais de 800 alunos, José Goldemberg lembrou que, há cerca de quarenta anos, ele deu uma aula para uma turma de iniciantes na Poli. “Foi a primeira vez que falei para uma classe com mais de 600 alunos, e hoje temos mais estudantes aqui”, brincou.

O ex-reitor contou como se tornou professor catedrático da Poli, e que trouxe para a Escola um conteúdo mais moderno da Física. Enquanto os docentes anteriores trabalhavam com a Física Clássica, baseada nas Leis de Newton, ele trouxe os avanços científicos mais recentes para o curso, dando ênfase aos conteúdos da Teoria da Relatividade e da Física Quântica.

(Com informações da Assessoria da Escola Politécnica / Foto: Marcos Santos e Poli)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados