USP se destaca em rankings internacionais de universidades

A USP manteve a posição alcançada nos últimos quatro anos, ficando entre as 150 melhores universidades do mundo, e foi considerada a universidade brasileira que mais publicou artigos científicos entre os anos de 2007 e 2011.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

A USP manteve a posição alcançada nos últimos quatro anos, ficando entre as 150 melhores universidades do mundo, segundo o Academic Ranking of World Universities, elaborado pelo Center for World-Class Universities, da Shanghai Jiao Tong University. O ranking foi divulgado no último dia 15 de agosto.

Nesse ranking, são classificadas, anualmente, as 500 melhores universidades do mundo, com base em uma metodologia baseada em seis indicadores, incluindo o número de ex-alunos e docentes ganhadores de Prêmios Nobel, número dos pesquisadores mais citados, selecionados pela Thomson Scientific (base de dados da Thomson Reuters), número de artigos publicados nas revistas Nature e Science, número de artigos indexados no Science Citation Index – Expanded e Social Sciences Citation Index (vertentes do Web of Science, base de dados da Thomson Reuters) e a performance de pesquisa per capita relativa ao tamanho da Instituição.

Esse ranking também classifica as universidades em cinco áreas de concentração e cinco subáreas de pesquisa. A USP aparece entre as 100 melhores universidades na área de Medicina Clínica e Farmácia e entre as 200 melhores nas áreas de Ciências Naturais e Matemática, Engenharia/Tecnologia e Ciências da Computação, além de Ciências Agrícolas e da Vida. Nas subáreas de pesquisa, os destaques são Matemática, Física e Computação, em que a USP está entre as 200 melhores instituições do mundo.

Pesquisa

Em outro ranking, o SIR World Report, elaborado pela Scimago Lab e divulgado em julho, a USP é considerada a universidade brasileira que mais publicou artigos científicos entre os anos de 2007 e 2011.

O SIR World Report 2013 avaliou cinco anos de produção científica das instituições de ensino superior de todo o mundo que publicaram, em 2011, pelo menos cem trabalhos científicos indexados na base de dados Scopus. Produzida pela editora holandesa Elsevier, a Scopus é considerada uma das maiores bases de dados científicos do mundo, englobando mais de 20 mil periódicos especializados.

Quando se leva em conta o número total de publicações (desconsiderando trabalhos feitos por academias de ciência, hospitais, fundações e centros nacionais de pesquisa), a USP é a instituição brasileira mais bem colocada – ficando em quinto lugar no ranking mundial, com 48.156 trabalhos publicados entre 2007 e 2011. Em primeiro lugar, está a Universidade Harvard, dos Estados Unidos, com 80.467 publicações. Em seguida, estão Universidade de Tóquio (51.796), Universidade de Toronto (48.944) e Universidade Tsinghua (48.396), da China.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados