USP se associa ao Instituto Butantan

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

O Instituto Butantan, órgão público vinculado à Secretaria Estadual da Saúde, é a mais nova entidade associada da Universidade de São Paulo (USP). A inclusão foi aprovada em sessão do Conselho Universitário, realizada hoje, dia 25 de agosto. A associação com entidades externas para fins didáticos e científicos é prevista no Estatuto e no Regimento Geral da Universidade. As entidades associadas, as quais preservam sua autonomia jurídica, podem colaborar no ensino, na pesquisa e na extensão de serviços à comunidade.

O Instituto Butantan é a principal instituição brasileira responsável pela produção de soros terapêuticos e antígenos vacinais. É um centro de renome internacional em pesquisa científica de animais peçonhentos e possui uma das maiores coleções de serpentes do mundo, composta por 54 mil exemplares. Além disso, congrega diversas equipes multidisciplinares em Laboratórios de Pesquisa, no Hospital Vital Brazil, em Unidades de Produção de Vacinas e Biofarmácos e nos Museus e Biblioteca e atua em diversas áreas de extensão cultural.

“O Instituto tem grande representatividade no cenário científico e tecnológico brasileiro, especialmente na área de soros e vacinas e na formação de recursos humanos em biotecnologia e pesquisa biomédica e sua inclusão como entidade associada à Universidade trará, indubitavelmente, inúmeros benefícios na produção e na transferência do conhecimento para a sociedade”, destaca a reitora da USP, Suely Vilela.

A reitora ressalta que vários pesquisadores do Butantan participam de programas de Pós-Graduação oferecidos pelas Unidades de Ensino e Pesquisa da Universidade, como Instituto de Biociências, Faculdade de Medicina, Faculdade de Saúde Pública, Instituto de Química, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia e Instituto de Ciências Biomédicas. Neste último, o Butantan foi co-criador, junto com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), do Programa Interunidades de Biotecnologia. “A associação formal do Instituto com a USP permitirá que esse programa ganhe um enfoque centrado no desenvolvimento e inovação dessa que é uma das áreas que, seguramente, deverá mostrar crescimento significativo nas próximas décadas”, afirma.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail