USP estabelece acordo de cooperação com Ankara Üniversitesi

No dia 21 de maio, o reitor Marco Antonio Zago, reuniu-se com o cônsul-geral da Turquia em São Paulo, M. Özgün Arman, para a assinatura de um acordo de cooperação acadêmica e um convênio acadêmico internacional entre a USP e a Ankara Üniversitesi, ambos com vigência de cinco anos.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
O reitor Marco Antonio Zago assinou um acordo de cooperação, voltado a diversas áreas, e um convênio acadêmico internacional para promover o intercâmbio entre os membros das duas instituições

No dia 21 de maio, o reitor Marco Antonio Zago reuniu-se com o cônsul-geral da Turquia em São Paulo, M. Özgün Arman, que veio à Reitoria para a assinatura de um acordo de cooperação acadêmica e um convênio acadêmico internacional entre a USP e a Ankara Üniversitesi, ambos com vigência de cinco anos.

Inicialmente, o reitor ressaltou que a USP ainda tem poucos convênios com a Turquia. “Mas queremos aumentar as cooperações para desencadear uma relação mais próxima da Turquia, que tem uma cultura milenar e está crescendo bastante nos últimos tempos”. O cônsul-geral destacou também desejar o aumento das relações entre os dois países através de suas instituições de ensino superior. “As assinaturas de hoje vão possibilitar outras novas relações”, disse.

Assinaturas

A primeira assinatura foi do acordo de cooperação acadêmica, que tem o objetivo de promover o desenvolvimento de pesquisas e outras atividades acadêmicas e culturais entre as duas universidades, em áreas de interesse mútuo, por meio de: intercâmbio de docentes e pesquisadores, elaboração conjunta de projetos de pesquisa; organização conjunta de eventos científicos e culturais; intercâmbio de informações e publicações acadêmicas; intercâmbio de estudantes; intercâmbio de membros da equipe técnico-administrativa; cursos e disciplinas compartilhados.

Para a implementação de cada caso específico de cooperação, ambas as instituições deverão preparar um programa de trabalho relativo às formas, aos meios e às responsabilidades, que será objeto de um convênio específico, a ser firmado entre as partes interessadas. O cônsul-geral citou ideias para serem incluídas no programa de trabalho deste acordo, como promover uma palestra sobre a Turquia na USP e outra, do Brasil, na Ankara Üniversitesi. Outra proposta apresentada por Arman é introduzir o idioma turco na USP como uma habilitação do curso de Letras, que na ocasião aproveitou para lamentar o fato de, na Turquia, não existir uma instituição que ofereça a língua portuguesa como curso de graduação, o que segundo ele é muito ruim, “pois, dificulta o aumento das relações internacionais não só com o Brasil, mas com Portugal também”.

Arman lembrou que há interesse em estimular relações com as áreas de Agronomia e Engenharia de Alimentos na USP – que são respectivamente cursos oferecidos pela Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq) e pela Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Sobre estas áreas de interesse, o presidente da Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional, Raul Machado Neto, também presente na reunião, lembrou que já há uma colaboração com a Ankara Üniversitesi na área de Economia Agrícola através da Esalq, Unidade na qual Machado é docente.

O reitor da USP, o cônsul-geral da Turquia em São Paulo, M. Özgün Arman; e o presidente da Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional, Raul Machado Neto

O reitor disse que apoiará todas as ideias levantadas pelo cônsul e reforçou que seria importante incluir a participação das áreas de Economia, Relações Internacionais, por exemplo, em futuros convênios a serem firmados entre a USP e instituições turcas.

A segunda assinatura foi do convênio acadêmico internacional que tem o intuito de promover o intercâmbio de docentes/pesquisadores, estudantes de graduação (com reconhecimento mútuo de estudos), mestrado e doutorado; e membros da equipe técnico-administrativa da USP e da universidade turca. Neste convênio, os docentes/pesquisadores visitantes participarão de conferências, ensino e/ou pesquisa, por um ano acadêmico (dois semestres), mesmo tempo de estadia dos estudantes, exceto os que estiverem participando de programas de duplo diploma.

Ankara Üniversitesi

Fundada em 1946, a universidade turca é uma das 180 instituições de ensino superior existentes no país e é a primeira criada depois da Formação da República da Turquia. Segundo o cônsul-geral, foi a primeira a oferecer um curso de graduação na área de Agricultura, e tem destaque nas áreas de Direito, História e Geografia.

Atualmente, há três convênios e um acordo de cooperação entre a USP e instituições da Turquia, que abrangem todas as áreas disponíveis e também áreas específicas, com a Fatih Üniversitesi, Koç Üniversitesi e a Istambul Teknik Üniversitesi.

 

(Fotos: Ernani Coimbra)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados