USP e Université Laval firmam acordo na área de Enfermagem

No dia 6 de maio, uma delegação da Université Laval visitou a USP para uma reunião e assinatura de um acordo de cooperação interuniversitária entre Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu em Enfermagem da EE da USP e da Faculté des Sciences Infirmières (FSI) de L’Universtié Laval, que tem o objetivo de estabelecer uma cooperação mútua ampla entre essas duas instituições, com vigência de cinco anos.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
O acordo foi assinado pela diretora da EE, Diná de Almeida Lopes Monteiro da Cruz; pelo reitor da USP, Marco Antonio Zago; e pelo reitor da Laval, Denis Brière

No dia 6 de maio, uma delegação da Université Laval, localizada no Canadá, visitou a USP para uma reunião e assinatura de um acordo de cooperação acadêmica internacional entre as duas instituições. Os representantes da universidade canadense foram recepcionados pelo reitor Marco Antonio Zago, pelo presidente da Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional, Raul Machado Neto; e pela diretora da Escola de Enfermagem (EE), Diná de Almeida Lopes Monteiro da Cruz. Pela Laval, estavam presentes o reitor Denis Brière; o diretor do Escritório Internacional, Richard Poulin; e a vice-reitora adjunta de Estudos e Atividades Internacionais, Nicole Lacasse.

Na visita, foi assinado um acordo de cooperação interuniversitária entre Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu em Enfermagem da EE da USP e da Faculté des Sciences Infirmières (FSI) de L’Université Laval, que tem o objetivo de estabelecer uma cooperação mútua ampla entre essas duas Instituições, com vigência de cinco anos. “Espero que a assinatura deste acordo possa fortalecer ainda mais as relações e produzir trabalhos conjuntos nos cuidados à saúde”, ressaltou a diretora da Unidade, Diná de Almeida Lopes Monteiro da Cruz, lembrando que a oficialização concretizou uma cooperação que existia informalmente entre os pesquisadores.

No plano de trabalho, está prevista a execução de ações colaborativas de ensino, pesquisa e extensão, sendo elas: aprimorar a formação de alunos de Enfermagem em diferentes níveis acadêmicos e estimular a mobilidade estudantil entre as universidades; realizar projetos de pesquisa transculturais na área da Enfermagem na Saúde do Adulto e do Idoso; e estimular a mobilidade entre residentes do programa de Cardiopneumologia de Alta Complexidade e enfermeiros vinculados ao programa de práticas avançadas da FSI.

Os intercâmbios de estudantes de pós-graduação, professores e pesquisadores serão realizados por um período de um ou dois semestres letivos, com os quais poderão ser desenvolvidas atividades como projetos de pesquisa, seminários, disciplinas, conferências, programas comuns em curto, médio e longo prazo; cursos de diferentes níveis e espécies para o corpo docente e discente; coorientação e participação em bancas de dissertações de mestrado e de teses de doutorado; troca de informações decorrentes de resultados de pesquisa, material acadêmico e publicações.

Outros acordos

A USP e a Université Laval mantêm um acordo de cooperação, desde outubro de 2014 e com vigência de cinco anos, que contempla todas as áreas do conhecimento das duas universidades. Também participaram do encontro docentes da Universidade que já realizaram cooperação acadêmica com pesquisadores da Université Laval, por meio do acordo da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) com o Consortium of Alberta, Laval, Dalhousie and Ottawa Universities (Caldo), no Canadá. Dentre eles, o vice-reitor da USP, no período de 2006 a 2010, Franco Maria Lajolo, que é professor da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF).

Representantes da universidade já visitaram oficialmente a USP em outras ocasiões. As duas primeiras vezes foram em 2012, quando fizeram reuniões com a equipe da Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional e, a última, em 2013, quando participaram de uma aula aberta de pós-graduação da EE. A universidade canadense, localizada na Cidade de Quebec, na província de mesmo nome, foi fundada em 1663 e tem 36 mil alunos de graduação, 12 mil de pós-graduação e 1.300 docentes.

(Fotos: Ernani Coimbra)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados