Sessão solene e concerto abrem comemorações de cinquentenário da FFCLRP

Na noite da última segunda-feira, dia 28 de abril, no Theatro Pedro II, a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto abriu oficialmente as comemorações dos seus 50 anos.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

A Faculdade conta com sete departamentos, 10 cursos de graduação e sete programas de Pós-Graduação, todos trabalhando “a interdisciplinaridade, a integração”

A Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) abriu oficialmente as comemorações dos seus 50 anos com a realização de uma sessão solene e um concerto, na noite da última segundafeira, dia 28 de abril, no Theatro Pedro II.

A sessão solene e o concerto reuniram autoridades do meio acadêmico e científico da USP e de Ribeirão Preto

O concerto foi executado pela Orquestra Filarmônica da USP, do Departamento de Música da Faculdade, que apresentou obras de Haydn, Mozart, Gounod, Claudio Santoro e Guerra- Peixe, sob a regência de Rubens Russomanno Ricciardi e com os solistas Yuka de Almeida Prado (soprano) e Jonathas Silva (violoncelo).

Este evento não foi a primeira atividade realizada para celebrar o jubileu da Unidade. Em dezembro do ano passado, aconteceu o lançamento do selo comemorativo feitos pelos Correios, foram desenvolvidas atividades especiais de recepção ao calouro 2014 e feito um Encontro da Primeira Turma de Formandos, no dia 31 de março. Até o final do ano, a Unidade realizará uma intensa programação para festejar esses 50 anos, organizada pela Comissão dos Festejos para Comemoração dos 50 anos da FFCLRP. Acompanhe as atividades pelo site.

Internacional e inovadora

A FFCLRP foi criada por Lei Estadual de 1959, seus três primeiros cursos de graduação – biologia, química e psicologia – foram instalados no início de 1964, marcados pela visão futurista de seu fundador e primeiro diretor, o professor belga Lucien Lison.

Nasceu internacional, pelas mãos de um grupo de professores belgas que fizeram parte do corpo docente inicial, liderados por Lison, comenta o atual vice-diretor da Unidade, professor Pietro Ciancaglini. E a linha mestra que conduzia essa estrutura acadêmica, lembra a professora Zélia Biasoli Alves – aluna da primeira turma de psicologia, docente do Departamento de Psicologia da FFCLRP e falecida em 2007 – trazia como essência a formação com espírito científico.

O selo foi lançado em dezembro de 2012

A inovação na época, 1964, se traduzia pela implantação de um ensino “Propedêutico”, que oferecia atividades comuns, durante o primeiro ano letivo, às três graduações oferecidas, com visão percussora da interdisciplinaridade na educação e na pesquisa. Interdisciplinaridade essa que continua fazendo diferença até hoje, garante o professor Ciancaglini. Ele lembra que atualmente a FFCLRP conta com sete departamentos, dez cursos de graduação e sete programas de pós-graduação, todos trabalhando “a interdisciplinaridade, a integração”.

Nesses 50 anos de vida, segundo o vicediretor, reafirmaram essa postura, pois aprenderam a “lidar com essa diversidade, com consenso nas decisões, respeitando as necessidades de cada curso”. E os resultados, comemora Ciancaglini, se traduzem na formação de “profissionais que se destacam no cenário nacional e internacional”.

As inovações não devem parar, o professor informa que após as reestruturações departamentais vividas nos últimos anos para adaptações à expansão da FFCLRP, novidades acadêmicas, principalmente envolvendo a área ambiental, estão a caminho.

(Com informações do Serviço de Comunicação Social da PUSP-RP / Foto: João Neves)

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados