Repasses do Tesouro no primeiro semestre são menores do que o previsto

No primeiro semestre deste ano, a arrecadação do ICMS foi menor do que a prevista e os repasses do Tesouro do Estado para a USP atingiram R$ 2,15 bilhões. Em comparação ao mesmo período do ano anterior, o crescimento nominal foi de apenas 5,3%.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

No primeiro semestre deste ano, a arrecadação do ICMS foi menor do que a prevista e os repasses do Tesouro do Estado para a USP atingiram R$ 2,15 bilhões. Em comparação ao mesmo período do ano anterior, o crescimento nominal foi de apenas 5,3%.  Para atingir os R$ 4,6 bilhões previstos no orçamento da USP de 2014, a arrecadação do ICMS precisa crescer 13,8% no segundo semestre.

Os dados definitivos, já disponíveis para os primeiros cinco meses do ano, mostram que a arrecadação ficou 4% abaixo da estimativa feita pela Secretaria da Fazenda.

Em abril, houve uma forte retração na arrecadação do ICMS e o crescimento registrado nos meses seguintes não foi suficiente para compensar as perdas. A liberação financeira para a USP, no último bimestre, foi inferior àquela do mesmo período do ano anterior, revelando o fraco desempenho recente da economia.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados