Reitor ministra palestra no Conselho de Reitores das Universidades Chilenas

O reitor da USP, Marco Antonio Zago, foi convidado pelo Conselho de Reitores das Universidades Chilenas, que reúne 27 instituições públicas daquele país, para proferir a palestra “A estratégia para internacionalização das universidades”, na cidade de Santiago.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
DSC_0010
O reitor proferiu a palestra “A estratégia para internacionalização das universidades”

O reitor da USP, Marco Antonio Zago, foi convidado pelo Conselho de Reitores das Universidades Chilenas, que reúne 27 instituições públicas daquele país, para proferir a palestra “A estratégia para internacionalização das universidades”. O evento foi realizado no último dia 14 de outubro, no Ministério das Relações Exteriores, na cidade de Santiago, capital do Chile.

O seminário teve como objetivo promover a reflexão sobre os processos de internacionalização da educação superior do Chile e foi estruturado em quatro mesas temáticas: o conceito de internacionalização, os modelos de internacionalização, as práticas institucionais de internacionalização e a internacionalização da América Latina.

Em sua apresentação, o reitor da USP destacou que o ponto central da internacionalização é “a criação de um ambiente de excelência e um clima aberto de intercâmbio”.

Segundo ele, as estratégias para promover o “ambiente internacional” nas instituições incluem mobilidade acadêmica de estudantes e professores em ambos os sentidos; presença de professores de outras universidades no campus do anfitrião, para programas de média duração; projetos de cooperação com alguns parceiros preferenciais selecionados;  aumento de cursos ou disciplinas ensinados em língua inglesa e criação de instrumentos para aumentar a proficiência dos estudantes em língua inglesa.

Nesse sentido, Zago citou algumas iniciativas desenvolvidas na USP, – dentre elas, as parcerias estabelecidas para o desenvolvimento de projetos conjuntos com instituições como a Universidade do Porto, Universidad de Salamanca, University of Toronto, Université de Lyon e Humboldt Universität, e a criação da União Ibero-Americana de Universidades, formada, além da USP, pela Universidad de Barcelona, Universidad de Buenos AiresUniversidad Complutense de Madrid e Universidad Nacional Autónoma de México.

No Chile, o reitor também participou de reuniões acadêmicas com o reitor da Universidad de Chile, Ennio Vivaldi, e vários pesquisadores e coordenadores de projetos, objetivando consolidar e ampliar as relações acadêmicas da USP com a instituição chilena.

(Foto: Área de Comunicação do Conselho de Reitores das Universidades Chilenas)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados