Reitor apresenta novas medidas da administração em reunião com dirigentes

Foram apresentadas e discutidas ações como a implantação de um portal de convênios e a criação de um banco de oportunidades para os servidores técnico-administrativos da Universidade.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail
O reitor Marco Antonio Zago e o vice-reitor Vahan Agopyan se reuniram com cerca de 60 diretores

No dia 6 de maio, o reitor Marco Antonio Zago e o vice-reitor Vahan Agopyan se reuniram com cerca de 60 diretores de Unidades de Ensino e Pesquisa, Institutos Especializados e Museus para apresentar e discutir as novas medidas da gestão. Dentre as ações previstas estão a implantação de um portal de convênios e a criação de um banco de oportunidades que possibilitará a mobilidade de servidores técnico-administrativos entre setores da Universidade. Este foi o segundo encontro desse gênero promovido pelo reitor com os dirigentes. O primeiro deles foi realizado no início deste ano, em 4 de fevereiro.

O reitor deu início à reunião ressaltando que “estão em curso os preparativos para a reforma da Universidade”. O dirigente fazia menção ao fato de ter início, nesta semana, o primeiro dos dois ciclos de fóruns de debate abertos à comunidade para discutir a estrutura de poder e governança na USP e preparar o processo de reforma do Estatuto da Universidade. Uma das intenções dos debates é permitir que surjam, entre alunos, professores e servidores, propostas a serem encaminhadas ao Conselho Universitário, que discutirá o tema em três reuniões extraordinárias.

Em seguida, Zago anunciou que será criado um conselho, no âmbito da Superintendência do Espaço Físico, que reunirá representantes de cada um dos campi da Universidade. Também será criado  um grupo de trabalho que discutirá a segurança na USP e será presidido pela nova superintendente de Proteção e Prevenção Universitária, Ana Lúcia Pastore Schritzmeyer, presente ao encontro.

Convênios

Maria Paula adiantou que está em desenvolvimento um sistema on-line para cadastro e gerenciamento dos convênios

A superintendente Jurídica, Maria Paula Dallari Bucci, que preside o grupo de trabalho criado para estudar e propor medidas para reestruturação do sistema de tramitação de convênios na Universidade, apresentou os resultados preliminares do relatório das atividades desenvolvidas pelo grupo, instituído em fevereiro deste ano.

Maria Paula adiantou que, está em desenvolvimento, pelo Departamento de Informática da Reitoria, um portal de convênios. A proposta, segundo ela, é a racionalização e simplificação dos procedimentos e documentos, reduzindo o número de apreciações meramente formais, em benefício de análises mais abreviadas e qualificada dos processos. O sistema deverá ser finalizado e disponibilizado à comunidade acadêmica no prazo de noventa dias.

Orçamento

O coordenador da Administração Geral, Rudinei Toneto Júnior, falou sobre a evolução financeira da Universidade e o comprometimento  orçamentário da USP com folha de pagamento, que, neste mês, atingiu o patamar de 105,14%. Segundo Toneto, vários fatores tendem a aumentar esse comprometimento, principalmente o impacto da segunda etapa da carreira técnico-administrativa, que ainda não foi concluída em 50% da Universidade.

O coordenador da Administração Geral, Rudinei Toneto Júnior, falou sobre a evolução financeira da Universidade

Sobre as reservas, enfatizou que a USP possuía, no final de 2012, a quantia de R$ 3,23 bilhões, incluído nesse valor quase R$ 1 bilhão de receitas próprias, convênios e economia orçamentária das Unidades. No final de 2013, essa reserva havia baixado para R$ 2,56 bilhões. Nos três primeiros meses, passou para R$ 2,31 bilhões, em função de compromissos assumidos anteriormente e que só foram pagos em 2014.

Diante desse cenário, Toneto afirmou que medidas estão em estudo para reverter o quadro, como a redução dos contratos terceirizados, a implantação de um sistema unificado de compras e a racionalização da frota de veículos.

A medida mais imediata, disponibilizada a partir do próximo dia 19 de maio, é a criação de um banco de oportunidades para servidores técnico-administrativos, que permitirá a mobilidade de funcionários entre setores da Universidade. Nesta primeira fase, que será piloto, um sistema on-line permitirá a mobilidade de servidores alocados nos Órgãos Centrais para as Unidades de Ensino e Pesquisa.

As regras e orientações para o cadastro de vagas pelas Unidades e dos currículos dos servidores interessados em participar do banco serão divulgados nos próximos dias.

Assistentes financeiros

As reuniões com os assistentes administrativos, financeiros e acadêmicos têm o objetivo de dar mais transparência à gestão

Também nesta semana, nos dias 7 e 9 de maio, o vice-reitor, o coordenador da Administração Geral e o superintendente do Espaço Físico, Osvaldo Shigueru Nakao, promoveram reuniões com assistentes administrativos, financeiros e acadêmicos dos campi de São Paulo e do interior. As reuniões tiveram o propósito de apresentar informações sobre a atual situação financeira da Universidade, esclarecer dúvidas e colher sugestões.

Como ressaltou o vice-reitor, “é importante que os assistentes estejam bem informados e não tenham dúvidas sobre os fatos e a situação atual, orientando os diretores e também sugerindo ações para a Administração Central”. Nos próximos dias, um e-mail deverá ser criado para facilitar a comunicação entre os assistentes e a Administração.

(Fotos: Ernani Coimbra)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados