Pró-Reitoria de Graduação divulga balanço do Disque Trote

Em 2015, o serviço do Disque Trote registrou aumento no número de ligações recebidas em relação ao ano passado, passando de 55 para 187 telefonemas. O número de denúncias também subiu, de 6, em 2014, para 16 neste ano. Além dessas, do total das ligações recebidas, 111 eram de solicitações de informações sobre a USP, 22 enganos, 4 trotes e 34 pessoas que desligaram sem se identificar.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Em 2015, o serviço do Disque Trote registrou aumento no número de ligações recebidas em relação ao ano passado, passando de 55 para 187 telefonemas. O número de denúncias também subiu, de 6, em 2014, para 16 neste ano. Além dessas, do total das ligações recebidas, 111 eram de solicitações de informações sobre a USP, 22 enganos, 4 trotes e 34 pessoas que desligaram sem se identificar.

O teor das denúncias girou em torno de casos de assédio moral, de consumo de bebidas alcoólicas em festas externas aos campi e de calouros em semáforos arrecadando dinheiro junto aos motoristas.

“Neste ano, a maior divulgação e a antecipação dos canais de contato foram fundamentais. Pela primeira vez, no Portal da Universidade, foi estampado, com grande destaque, um banner com o Manual do Calouro, que ganhou versão on-line. As informações foram disponibilizadas de modo a garantir aos calouros e às famílias o conhecimento prévio sobre o Disque Trote, como localizar a Unidade em que o aluno iria se matricular e as demais atividades da USP”, avalia o pró-reitor de Graduação, Antonio Carlos Hernandes.

Segundo o pró-reitor, em 2015, a campanha foi intensificada e contou com o apoio dos diretores das Unidades de Ensino e Pesquisa e dos prefeitos dos campi. “Com todos esses esforços conjugados, oferecemos aos calouros e à comunidade meios para procurarem os canais oficiais para fazer contatos, tirar dúvidas e registrar denúncias”, destaca.

O Disque Trote (0800-012-10-90) foi criado em 2000, com o propósito de receber denúncias de trotes abusivos ocorridos nos campi da USP. Em 27 de abril de 1999, o então reitor da Universidade, Jacques Marcovitch, assinou uma portaria proibindo o trote na USP e instituindo que toda e qualquer manifestação de recepção a novos alunos, em todas as Unidades e em todos os campi, deveria estar integrada à Semana de Recepção aos Calouros.

Neste ano, o serviço teve início no dia 12 de fevereiro, na mesma data da matrícula presencial para os candidatos aprovados na primeira, segunda e terceira chamadas do vestibular da Fuvest, e funcionou por trinta dias. Além do atendimento por telefone e pelo e-mail disquetrote@usp.br, em 2015, as denúncias também puderam ser feitas por um chat, disponível no site do Manual do Calouro.

Alunos de graduação, monitores das Salas Pró-Aluno, fazem o atendimento, sob supervisão do coordenador do Grupo de Trabalho Pró-Calouro da Pró-Reitoria de Graduação e professor da Faculdade de Odontologia, Oswaldo Crivello Junior, em colaboração com a Superintendência de Tecnologia da Informação.

Crivello explica que as denúncias recebidas são encaminhadas ao professor responsável pela Semana de Recepção aos Calouros da Unidade envolvida, que deve tomar as medidas necessárias. Após essa etapa, os monitores do Disque Trote devem ser informados dos encaminhamentos dados para informar ao denunciante.

“Os resultados do  Disque Trote continuam nos confirmando que o serviço representa uma ferramenta fundamental para ser utilizada pelo calouro. A Universidade mostra aos novos alunos que eles estão amparados pela instituição e que a USP está atenta aos excessos que possam ocorrer na recepção aos novos alunos durante todo o primeiro semestre”, afirma Crivello.

“Tomamos o cuidado de acompanhar cada caso e disponibilizar o resultado da apuração para a pessoa que acessou um dos canais de comunicação. Sem a parceria de todos os engajados em banir essa prática, acredito que não teríamos sucesso na implantação dessa nova filosofia”, completa o pró-reitor. 

Recepção aos calouros

A 17ª Semana de Recepção aos Calouros marcou o início do ano letivo de 2015, em todos os campi da USP, entre os dias 23 e 27 de fevereiro. Nesse período, as aulas regulares foram substituídas por palestras, oficinas, bate-papos com egressos, campanhas educativas e ações sociais.

Com o tema “Feliz Veterano Novo”, a campanha deste ano enfatizou a ideia de que o calouro é parte da instituição e será o próximo veterano. O slogan foi estampado em cartazes e cartões distribuídos aos novos alunos no dia da matrícula, junto com um questionário elaborado pela Liga Atlética Acadêmica da Universidade (LAAUSP), em parceria com a Pró-Reitoria, para colher informações sobre práticas esportivas dos calouros e convidá-los a participar dos campeonatos esportivos.

O material distribuído também continha o Código de Ética da Universidade e dois marcadores de livro com o artigo 21º do Código de Ética e o artigo 2º da Portaria GR nº 3.154/1999, reforçando a ideia de que a USP não tolera nenhum tipo de violação aos direitos humanos. A pedido dos coletivos femininos da Universidade, foi incluído um texto de autoria desses grupos sobre as mulheres na Universidade.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados