Obstrução da Reitoria: Moção de membros do Conselho Universitário

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Os membros do Conselho Universitário abaixo assinados (*), impedidos de realizar sua Reunião Ordinária convocada para as 10hs do dia 17/06, pelo piquete agressivo e intimidatório realizado por um grupo de estudantes e servidores técnico-administrativos, reuniram-se assim que possível na sala de reuniões da FUVEST, sob a liderança da Magnifica Reitora, e manifestam-se nos seguintes termos:

• O Órgão Máximo da Universidade de São Paulo foi ultrajado e agredido nesta manhã de 17/06.

• Membros do Conselho Universitário foram agredidos na sua tentativa pacifica de adentrar ao Prédio da Reitoria, para deliberar, entre outros temas em pauta, sobre a criação de novos cursos e a abertura de vagas para a população brasileira.

• O Conselho Universitário foi submetido a agressões verbais e físicas, em clara posição anti-democrática e intimidatória.

• Esta atitude irresponsável e inaceitável, organizada por grupo reduzido de militantes sem causa acadêmica clara, tem se repetido diversas vezes nos anos recentes, representando ataque altamente destrutivo a este que é um dos patrimônios maiores do Povo Paulista, a Universidade de São Paulo.

• Convocamos toda a comunidade universitária a, juntamente com o Conselho Universitário, repudiar esta ação, através de seus órgãos acadêmicos instituídos e manifestações da absoluta maioria de seus professores, alunos e servidores técnico-administrativos dedicada ao desenvolvimento do ensino, da pesquisa e da extensão universitários, em defesa da Universidade e de seus Órgãos Deliberativos superiores.

• Convocamos também a Sociedade Paulista para, através de seus órgãos constituídos, defender sua Universidade, de forma que o Estado de Direito seja preservado, no interesse maior da população.

• A Universidade vai prosseguir em sua missão constitucional de buscar todos os instrumentos jurídicos e legais, internos e externos, para responsabilizar civil e criminalmente os agressores da Universidade e de seu patrimônio físico e acadêmico.

• A Universidade de São Paulo vai prosseguir no processo em curso, liderado pela Reitoria, de promover as transformações modernizadoras que visam ao desenvolvimento da USP como Instituição maior de ensino e pesquisa no cenário científico regional, nacional e internacional.

São Paulo, 17 de Junho de 2008.

(*) Subscrevem este documento 67 membros do Conselho Universitário.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail