Diretor e vice-diretor da Medicina tomam posse em cerimônia concorrida

A cerimônia de posse dos novos diretor e vice-diretor da Faculdade de Medicina (FM), Giovanni Guido Cerri e José Otávio

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Professores titulares e autoridades governamentais e da Universidade compuseram a mesa da cerimônia

A cerimônia de posse dos novos diretor e vice-diretor da Faculdade de Medicina (FM), Giovanni Guido Cerri e José Otávio Costa Auler Junior, realizada no dia 3 de dezembro, lotou o Teatro da Faculdade, com a presença de autoridades governamentais, representantes de entidades médicas, dirigentes da Universidade, além de alunos, professores e funcionários da FM.

O evento teve início com a entrada dos cerca de 40 professores titulares da Unidade, tendo à frente os novos dirigentes. Em seguida, o ex-diretor da FM, Marcos Boulos, fez um breve discurso, no qual falou sobre a responsabilidade e o compromisso que a Faculdade tem perante a sociedade.  “Precisamos devolver tudo o que a sociedade investe em nós através de pesquisas coerentes com a realidade social”, disse.

Na sequencia, como parte do cerimonial, foram lidos os termos de posse e entregues as vestes talares ao novo diretor e vice-diretor.

Giovanni Guido Cerri, que assume a Diretoria da Faculdade pela segunda vez, iniciou sua fala ressaltando os valores que regem a Unidade, “liderança e pioneirismo, que são os mesmos valores da criação de nossa Universidade”. O novo diretor relembrou que o curso da “Casa Dr. Arnaldo” representou um novo modelo de ensino médico para o país e acrescentou: “assumir esta diretoria é assumir o compromisso com os valores e o crescimento de nossa Faculdade”. Finalizou agradecendo o governador eleito, Geraldo Alckmin, por tê-lo indicado como novo secretário estadual da Saúde, cargo que assumirá a partir de 1º de janeiro de 2011.

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, também parabenizou o governador pela escolha e ressaltou o “orgulho da parceria da Prefeitura com a Faculdade de Medicina”.

Sentimento de culpa

O governador eleito, Geraldo Alckmin, em seu discurso, arrancou risos da platéia ao dizer que compareceu à cerimônia com sentimento de culpa, mas “com atenuantes”, pelo afastamento do novo diretor, “por um período”, para assumir a Secretaria de Saúde. “A primeira atenuante é que conheço o vice-diretor há mais de trinta anos e sei de sua competência. Outra atenuante é que tenho certeza de que a parceria com a Faculdade continuará”, e concluiu: “se existe orgulho justo é o que temos pela USP e pela Faculdade de Medicina”.

O presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Barros Munhoz, ressaltou, igualmente, o orgulho de ser paulista e de ter estudado na USP. “Esta Faculdade é um exemplo de competência, dedicação e responsabilidade”, afirmou.

O reitor da Universidade, João Grandino Rodas, mencionou que ali foi o local onde a USP nasceu, referindo-se à primeira sessão do Conselho Universitário, realizada em 17 de fevereiro de 1934, na Faculdade. Em seguida, ressaltou a excelência dos cursos de graduação e pós-graduação da Unidade, atestado pelos mais variados rankings internacionais e pela participação de mais de 3% na produção científica nacional. O reitor destacou também que a Faculdade de Medicina estará representada na Reitoria, com a nomeação recente do professor Marcos Boulos como novo coordenador de Saúde da Universidade.

(Foto: Ernani Coimbra)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados