Nota sobre a reunião com a aluna de Geografia Luísa Cruz no dia 4/11

No dia 4 de novembro, o presidente da Comissão de Direitos Humanos da USP, José Gregori; a ouvidora-geral da Universidade, Maria Hermínia Tavares de Almeida; e o superintendente de Prevenção e Proteção Universitária, José Antonio Visintin, receberam a aluna do curso de Geografia, Luísa Cruz, para avaliar as providências que podem ser tomadas no caso de suposto assédio sexual sofrido pela estudante.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

No dia 4 de novembro, o presidente da Comissão de Direitos Humanos da USP, José Gregori; a ouvidora-geral da Universidade, Maria Hermínia Tavares de Almeida; e o superintendente de Prevenção e Proteção Universitária, José Antonio Visintin, receberam a aluna do curso de Geografia, Luísa Cruz, para avaliar as providências que podem ser tomadas no caso de suposto assédio sexual sofrido pela estudante.

A USP se dispôs a prestar todo o auxílio necessário à estudante, incluindo acompanhamento psicológico. Além disso, com o apoio da Superintendência de Tecnologia da Informação, prestará todas as informações disponíveis para auxiliar as autoridades competentes na apuração do caso.

Também foi ressaltada a necessidade de que a comunidade universitária procure os canais institucionais para denunciar casos em que ocorra desrespeito aos direitos humanos, para que a Universidade possa tomar as medidas administrativas internas cabíveis.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail