Ministro da Agricultura da Suécia visita a ESALQ

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

O ministro da Agricultura da Suécia, Eskil Erlandsson, estará em Piracicaba, no dia 2 de abril,  quarta-feira, para conhecer o Pólo Nacional de Biocombustíveis, instalado na Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (USP/ESALQ). O objetivo da visita é o de estabelecer parcerias com instituições brasileiras.

A chegada da comitiva do ministro à ESALQ está prevista para às 12h. Ela é composta pelos diretores de relações internacionais do Ministério da Agricultura, pela embaixadora da Suécia no Brasil, Annika Markovic e demais membros do Consulado. Os visitantes serão recepcionados pelo diretor da ESALQ, Antonio Roque Dechen, pelo coordenador do Pólo Nacional de Biocombustíveis, Weber Antonio Neves do Amaral, e pelo presidente da Comissão de Pesquisa da ESALQ, Luiz Lehmann Coutinho.

O PóloCom a finalidade de preparar o Brasil para um novo contexto energético, a partir da matriz agroenergia, o Pólo Nacional de Biocombustíveis foi lançado em 16 de janeiro de 2004, na ESALQ, pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e pelo então ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues.

Foi implantado em novembro do mesmo ano, com o objetivo de coordenar esforços e definir estratégias para o uso de diferentes fontes de biomassa, como girassol, milho, amendoim, mamona, soja, gordura animal, madeira, carvão e a própria cana-de-açúcar, para fins energéticos, bem como contribuir para o desenvolvimento de uma política de promoção e produção dos biocombustíveis no país.

Atua em rede e desenvolve parcerias com órgãos governamentais, empresas e pesquisadores do setor agroenergético para captar e organizar recursos financeiros e humanos que viabilizem o desenvolvimento do segmento de biocombustíveis no país e no exterior.

Sua missão é a de contribuir para a produção sustentável e o uso de biocombustíveis, catalisando e facilitando as iniciativas no país e no exterior voltadas à redução dos custos de desenvolvimento tecnológico, produção, armazenagem e transporte dos biocombustíveis, além de funcionar como um importante ponto focal nacional e internacional em biocombustíveis.

Com informações de Alicia Nascimento Aguiar (alicia@esalq.usp.br), da Assessoria de Comunicação da ESALQ

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail