Inaugurações marcam ampliação do campus de Ribeirão Preto

Nova infraestrutura da Escola de Enfermagem, Faculdade de Direito e Escola de Educação Física e Esportes representa nova fase de modernização das Unidades.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Em visita ao campus de Ribeirão Preto, no dia 30 de outubro, o reitor João Grandino Rodas participou da inauguração de três obras que representam a fase de modernização e ampliação do campus: o prédio que abrigará os laboratórios da Escola de Enfermagem (EERP), o conjunto arquitetônico da Faculdade de Direito (FDRP) e o segundo bloco da Escola de Educação Física e Esportes (EEFERP).

Quando estiver concluído, o Conjunto de Laboratórios Didáticos aproximará a EERP das melhores escolas de enfermagem do mundo

O prédio inaugurado na Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) – Conjunto de Laboratórios Didáticos – possui 1.023 m2 de área construída e abrigará alguns laboratórios de ensino e pesquisa da unidade, como o Laboratório de Atenção Primária à Saúde, o Laboratório de Ensino e Práticas Educacionais e o Laboratório de Saúde da Mulher. O prédio custou aproximadamente R$ 1,7 milhões e é a primeira etapa da construção do Conjunto de Laboratórios Didáticos “Profa. Dra. Maria Cecilia Puntel de Almeida”.

De acordo com a diretora da escola, Sílvia Helena De Bortoli Cassiani, quando estiver concluído, o Conjunto de Laboratórios Didáticos “aproximará a EERP das melhores escolas de enfermagem do mundo e propiciará ao futuro enfermeiro que, nesse espaço, treine, erre e corrija, com o auxílio do professor. Temos direcionado esforços, no sentido de buscar recursos e investir em equipamentos para os laboratórios e, neste ano, já fomos contemplados com recursos do Programa Pró-Inovalab, da Pró-Reitoria de Graduação”.

Conjunto Arquitetônico da Faculdade de Direito de Ribeirão

Durante a visita, também foi inaugurado oficialmente o conjunto arquitetônico da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto (FDRP), que ocupa mais de 9 mil m2 e custou cerca de R$ 12 milhões. O conjunto é composto por cinco blocos que abrigam o Centro de Estudos com Biblioteca; os blocos didáticos; o bloco Administrativo; e ainda o bloco do Auditório, que tem capacidade para 460 pessoas. “Comemoramos hoje, de modo simbólico, o que poderíamos chamar de a ‘última pedra’ na construção dessa Faculdade. Penso, contudo, que muito mais importante do que a construção de estruturas físicas é a construção de uma identidade, que torne e mantenha vivo o projeto de excelência querido pela Universidade de São Paulo e pela sociedade paulista, e ribeirão-pretana em particular, que nos sustenta”, afirmou o diretor da Faculdade, Ignácio Maria Poveda Velasco.

O prédio inaugura um novo conceito arquitetônico que deverá ser adotado pela Universidade, com prédios bem-finalizados, desenhados para serem utilitários e duradouros

O reitor lembrou que participou pessoalmente do processo de criação da Faculdade e que, desde o início, o intuito era criar algo diferenciado, que enfatizasse o aspecto prático do Direito. “A arquitetura desse prédio ressalta o início da diferenciação da Unidade. Esse prédio e o da Biblioteca Mindlin iniciam um novo conceito que deverá ser adotado pela Universidade em termos arquitetônicos, desenhados para serem utilitários, duradouros, e finalizados com capricho e dedicação”, afirmou o reitor.

Criada em 2008, a Faculdade de Direito de Ribeirão Preto forma sua primeira turma nesse ano, mas seus alunos já se destacaram por obterem a melhor classificação, entre as faculdades paulistas, no 6º Exame Unificado da Ordem dos Advogados (OAB). “No Brasil, há 1168 cursos de Direito, com 40 mil professores e 600 mil alunos de Graduação. É importante que cada professor ou aluno de Direito se esforce para se destacar, para procurar o seu lugar, e todos vocês têm sorte de estarem em uma instituição que fornece um substrato positivo. Por isso, professores e alunos, têm a obrigação de fazer com que esta Faculdade se justifique”, enfatizou o reitor.

Segundo Bloco da Escola de Educação Física e Esportes

A última obra inaugurada no dia foi o Bloco 2 da Escola de Educação Física de Ribeirão Preto (EEFERP). O prédio de 2,4 mil m2 abriga as salas de aulas de graduação e de pós-graduação, a sala de estudo e o salão de exercício. Esse é o segundo prédio inaugurado do complexo de ensino, pesquisa e extensão da unidade, já que o Bloco Administrativo está em funcionamento há quase dois anos. O projeto completo ocupará uma área de 48 mil m2 e custará 25 milhões de reais e, quando estiver pronto, ainda terá dois ginásios, um para jogos com bola e outro para ginástica, dança e luta; quadras externas; piscina; pista de atletismo e campo de futebol society.

O Bloco 2 da Escola de Educação Física possui 2,4 mil m2 e abriga as salas de aulas de graduação e de pós-graduação, a sala de estudo e o salão de exercício

Assim como a Faculdade de Direito, a escola formará sua primeira turma nesse ano e a inauguração do prédio é sinal de como ela tem crescido e se consolidado. “Desde que surgiu a ideia de criar uma Escola de Educação Física em Ribeirão Preto, esse tem sido um trabalho de colaboração. Agora, estamos na casa própria, mas não esquecemos a generosidade de outras unidades que cederam espaços para que pudéssemos iniciar nossas atividades”, lembrou o diretor da EEFERP, Valdir Barbanti, que também ressaltou a paciência, o empenho e a participação dos alunos nesse processo.

Em diversos momentos, o reitor enfatizou que a infraestrutura não tem valor em si, mas é essencial para subsidiar as atividades de ensino e pesquisa, e elogiou o empenho e a rapidez com que as unidades do campus de Ribeirão Preto concluíram as obras. “Há coisas que, se realizadas fora do tempo, deixam de ter importância. Precisamos fazer as coisas em tempo ótimo porque a concorrência é cada vez maior. A USP tem se destacado como uma grande marca do Brasil e o prazer de nos superar será a meta de muitas instituições. Isso não seria nada agradável e tenho a certeza de que nenhum de nós permitirá que isso aconteça”, explica.

(Fotos: João Neves)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados