Fuvest 2014 registra recorde histórico no número de inscritos

Fuvest registrou 172.001 inscritos para o vestibular de 2014, dos quais 38% são oriundos de escolas públicas. Os dados, ainda preliminares, foram divulgados pela Pró-Reitoria de Graduação.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Fuvest registrou 172.001 inscritos para o vestibular de 2014, dos quais 38% são oriundos de escolas públicas. Os dados, ainda preliminares, foram divulgados, no dia 24 de setembro, pela Pró-Reitoria de Graduação

Mais de 172 mil estudantes se inscreveram no Vestibular 2014 para concorrer às 11.057 vagas oferecidas pela USP, registrando recorde histórico de inscritos desde que a Fuvest foi criada, há 37 anos. No ano passado, foram 159.609 inscritos.

Acompanhando a elevação no número de inscrições, também houve aumento no percentual de participação de alunos oriundos de escolas públicas inscritos no vestibular. Neste ano, 38% dos inscritos (65.224 candidatos) são oriundos desse segmento (no ano passado, esse número foi de 56.202). Desses, 35,3% (60.683) cursaram o ensino médio na rede pública de ensino, 28,2% (48.492) cursaram todo ensino básico em escola pública e 16,3% (27.995) são alunos inscritos no Programa de Avaliação Seriada (Pasusp), que são candidatos que cursaram integralmente o ensino fundamental na rede pública e que esteja cursando o 2º ou 3º ano do Ensino Médio em escolas públicas.

Outro destaque é o número de inscritos na condição de Inclusp Ensino Básico e que se declararam pretos, pardos e indígenas (PPI), que foi de 23.735 (13,8%) candidatos. Trata-se de um novo grupo de beneficiados pelos bônus  do Programa de Inclusão Social (Inclusp), que poderão receber até 5% de bônus adicional, dependendo do desempenho na prova da primeira fase da Fuvest.

“Esses dados devem ser festejados, porque nos mostra que o Plano Institucional da Universidade, que visa ao desenvolvimento de ações de inclusão social na Universidade, teve eco entre esses estudantes”, comemora a pró-reitora de Graduação, Telma Maria Tenório Zorn.

O plano, aprovado pelo Conselho Universitário em julho deste ano, inclui quatro medidas: o aumento e criação de novos bônus do Programa de Inclusão Social da USP (Inclusp), a criação do Programa de Preparação para o Vestibular da USP, o aperfeiçoamento do Programa “Embaixadores USP” e a ampliação dos locais de prova da Fuvest no Estado de São Paulo.

Os bônus do Inclusp podem chegar a até 25%, dependendo do grupo em que o candidato se inserir. O bônus é calculado segundo o desempenho do candidato na prova da primeira fase do Vestibular da Fuvest. O bônus obtido na primeira fase será aplicado na segunda fase. Até o ano passado, essa porcentagem poderia chegar a até 15%.

As ações propostas visam atingir as seguintes metas até 2018: – 50% de alunos matriculados em cada curso e em cada turno que tenha cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas; – dentro desses 50% de matriculados oriundos de escolas públicas, o percentual de pretos, pardos e indígenas deverá atingir o percentual verificado pelo último censo demográfico do IBGE.

Programa de Preparação para o Vestibular da USP

Outra importante ação do Plano Institucional da Universidade é o Programa de Preparação para o Vestibular da USP, que tem como objetivo principal o de oferecer reforço escolar para os alunos da rede pública. O público-alvo são os alunos da rede pública que, tendo prestado o vestibular da Fuvest, foram bem classificados, mas não conseguiram ingressar na Universidade. As aulas do programa tiveram início em agosto, com 691 alunos matriculados, dos quais 202 são alunos PPI.

Para dar condições para que o aluno se dedique ao curso, esses alunos das escolas públicas recebem uma bolsa de manutenção no valor de R$ 300 mensais. As aulas são ministradas por alunos dos cursos de Licenciatura da USP, sob a supervisão de estudantes de pós-graduação, e oferecidas em Unidades de Ensino e Pesquisa na Cidade Universitária, na Escola de Artes, Ciências e Humanidades, na zona leste de São Paulo, e na Faculdade de Saúde Pública, localizada no bairro de Cerqueira César, em São Paulo.

Embaixadores USP

Outro ponto destacado pela pró-reitora foi o Programa Embaixadores USP, que teve, neste ano, a participação de mais de 2.800 alunos, professores e funcionários dos setores acadêmicos da Universidade, que visitaram escolas públicas para fornecer informações, esclarecer dúvidas e incentivar os estudantes a prestarem o Vestibular. No ano passado, esse número foi de 1.800.

Segundo Telma, essa atividade poderá ser reconhecida academicamente e constar no histórico escolar do aluno embaixador. Também foi criado o “Prêmio Inclusp”, que será oferecido às escolas públicas que inserirem o maior número de alunos nos cursos da Universidade. O prêmio será anual e consistirá em um diploma de reconhecimento da USP.

Além disso, foram ampliados os locais de aplicação das provas da Fuvest, incluindo as cidades de Limeira, Fernandópolis, Barueri, Carapicuíba e Taboão da Serra.

As provas da primeira fase do Vestibular da Fuvest serão realizadas no dia 24 de novembro. A segunda fase será nos dias 5, 6 e 7 de janeiro de 2014.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados