Nelson Mandela recebe título Doutor Honoris Causa da USP

Título foi concedido à esposa de Mandela, Graça Machel, que proferiu a palestra de abertura do 1º Seminário Internacional Centro Ruth Cardoso.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

O reitor João Grandino Rodas e a Graça Machel, que recebeu o título de doutor honoris causa da USP em nome de Mandela

O reitor João Grandino Rodas participou, no dia 24 de novembro, da cerimônia de abertura do 1º Seminário Internacional Centro Ruth Cardoso, realizada no anfiteatro Camargo Guarnieri, na Cidade Universitária. O evento, promovido em parceria com a USP e que se estenderá até o dia 25, reúne pesquisadores, professores e profissionais que participam de painéis, mesas-redondas e oficinas dedicados ao tema desenvolvimento sustentável (confira aqui a programação completa).

A palestra de abertura foi proferida pela ativista de direitos humanos de Moçambique, Graça Machel, que é idealizadora da organização sem fins lucrativos Fundação para o Desenvolvimento da Comunidade. Em 1990, foi nomeada pela Organização das Nações Unidas para o Estudo do Impacto dos Conflitos Armados na Infância. Em 1998, casou-se com Nelson Mandela, o primeiro presidente negro da África do Sul, e que, na cerimônia, recebeu o título de Doutor Honoris Causa, concedido pela USP no ano de 2000, mas que Graça recebeu ontem em nome de Mandela.

“É um momento de grande emoção”, comemorou Graça ao receber a distinção, ressaltando o “simbolismo” da homenagem da USP, que representa a “ligação entre dois continentes, dois países e duas vozes de autoridade no redesenho atual das relações internacionais”.

Na cerimônia, estiveram presentes o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, a integrante do Conselho Consultivo do Centro Ruth Cardoso e pesquisadora do Núcleo de Pesquisa de Políticas Públicas da USP (Nupps), Lourdes Sola, a pró-reitora de Cultura e Extensão Universitária da USP, Maria Arminda do Nascimento Arruda, e o secretário geral da Universidade, Rubens Beçak.

(Foto: Francisco Emolo)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados