Conselho Universitário aprova indicação de novos pró-reitores adjuntos

Também foram aprovadas a criação da Prefeitura da Área Capital-Leste; a alienação do navio Prof. W. Besnard e a ampliação do escopo de atuação da Comissão de Ética da USP.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Também foram aprovadas a criação da Prefeitura da Área Capital-Leste; a alienação do navio Prof. W. Besnard e a ampliação do escopo de atuação da Comissão de Ética da USP

montagemedited
Os novos pró-reitores adjuntos (em sentido horário): Marta Teresa Silva Arretche (Pesquisa); Marcio de Castro Silva Filho (Pós-Graduação); Gerson Aparecido Yukio Tomanari (Graduação) e Ana Cristina Limongi-França (Cultura e Extensão Universitária)

O Conselho Universitário aprovou, na sessão extraordinária realizada no dia 19 de abril, a indicação dos novos pró-reitores adjuntos da Universidade. São eles os professores Gerson Aparecido Yukio Tomanari (Graduação); Marcio de Castro Silva Filho (Pós-Graduação); Marta Teresa Silva Arretche (Pesquisa); e Ana Cristina Limongi-França (Cultura e Extensão Universitária).

O professor titular do Instituto de Psicologia (IP), Gerson Aparecido Yukio Tomanari, é mestre e doutor em Psicologia Experimental. Foi diretor do IP, no período de 2012 a 2016, onde coordena o Laboratório de Análise Experimental do Comportamento. Atualmente, é coordenador adjunto da área de Psicologia da Capes.

O novo pró-reitor adjunto de Pós-Graduação, Marcio de Castro Silva Filho, é professor do Departamento de Genética da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq). É graduado em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Lavras, onde também fez seu Mestrado. É doutor em Biologia Molecular de Plantas pela University of Louvain, na Bélgica.

A professora titular do Departamento de Ciência Política da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), Marta Teresa da Silva Arretche, será a nova pró-reitora adjunta de Pesquisa. Marta é diretora do Centro de Estudos da Metrópole, um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepid) da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp); é editora da Brazilian Political Science Review e membro da Coordenação Adjunta de Programas Especiais da Fapesp.

Professora do Departamento de Administração da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA), a nova pró-reitora adjunta de Cultura e Extensão Universitária, Ana Cristina Limongi-França, tem formação em Psicologia Organizacional e do Trabalho, Mestrado em Psicologia Social e Especialização em Desenvolvimento e Inovação. Fez Doutorado e Livre-Docência pela FEA.

10042013eachmarcossantos042
A USP Leste, com área de mais de um milhão de metros quadrados, reúne dez cursos de Graduação, dez programas de Pós-Graduação, mais de cinco mil alunos e 566 servidores docentes e técnico-administrativos

Prefeitura da Área Capital-Leste

O Conselho também deliberou sobre a criação da Prefeitura da Área Capital-Leste, que engloba a Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH), localizada na zona leste de São Paulo.

A USP Leste é composta por uma área de mais de um milhão de metros quadrados e congrega dez cursos de Graduação, dez programas de Pós-Graduação, mais de cinco mil alunos e 566 servidores docentes e técnico-administrativos. Atualmente, a área está sob responsabilidade da Prefeitura do Campus da Capital.

Conforme consta no Estatuto da Universidade, compete ao reitor a escolha do prefeito e do vice-prefeito. Também será criado o Conselho Gestor da Área, que deverá ser composto pelo prefeito; pelos diretores da EACH e da Escola Politécnica; pelos superintendentes de Assistência Social, de Tecnologia da Informação e do Espaço Físico, além de representantes docente, discente, dos servidores técnico-administrativos e um representante da região, sem vínculo com a Universidade.

“A criação da Prefeitura permitirá à Unidade cuidar mais de suas questões internas”, comemorou a diretora da EACH, Maria Cristina Motta de Toledo.

Navio oceanográfico

994X6720
Atualmente, o navio está ancorado no porto de Santos

Outro item aprovado pelo Conselho Universitário foi a alienação do navio oceanográfico Prof. W. Besnard, que permitirá ao Instituto Oceanográfico (IO) ceder ou transferir a embarcação a qualquer interessado, sem precisar de novo aval do Conselho.

Em dezembro de 2014, havia sido aprovada a doação do navio ao Uruguai. Entretanto, o Governo uruguaio desistiu do processo. Em outubro do ano passado, o Conselho aprovou que os equipamentos históricos fossem retirados da embarcação. Atualmente, o navio está ancorado no porto de Santos, no litoral de São Paulo.

O Conselho Universitário também escolheu cinco professores titulares para compor a Congregação da Escola de Engenharia de Lorena (EEL). São eles os docentes Fernando Martini Catalano (Escola de Engenharia de São Carlos); Liedi Legi Bariani Bernucci (Escola Politécnica); Oswaldo Baffa Filho (Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto); Paolo Di Mascio (Instituto de Química) e Renato Figueiredo Jardim (Instituto de Física).

Além disso, foi ampliado o escopo de atuação da Comissão de Ética da Universidade, que, dentre outras atribuições, poderá aplicar penas de advertência pelo descumprimento das normas contidas no Código de Ética da USP.

(Fotos: Ernani Coimbra)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados