Comunicado do CRUESP e explicitação da Administração Central da USP

O CRUESP aprovou o Comunicado nº 02/2010, de 04/05/2010, cujo teor é transcrito a seguir: São Paulo, 04 de maio

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

O CRUESP aprovou o Comunicado nº 02/2010, de 04/05/2010, cujo teor é transcrito a seguir:

São Paulo, 04 de maio de 2010

Comunicado CRUESP nº 02/2010

AGENDA DAS REUNIÕES ENTRE O CRUESP E O FÓRUM DAS SEIS

O CRUESP reitera os termos do seu ofício 05/2010, de 28/04/2010, que encaminhou ao Fórum das Seis as datas para o início das negociações relativas à pauta unificada, a saber:

— 06/05/2010 – reunião do Fórum das Seis com a Equipe Técnica, às 14h30m.

— 11/05/2010 – reunião do Fórum das Seis com o CRUESP, às 15h00.

Estranha, contudo, as manifestações antecipadas de greve por parte de integrantes do Fórum das Seis, ao mesmo tempo em que reconhece o direito de greve nos termos constitucionais e legais que o regulam.

CRUESP

A propósito da veiculação da notícia de Greve, e explicitando o documento acima transcrito, a Administração Central da Universidade de São Paulo reitera seu reconhecimento ao direito de greve, nos limites estabelecidos na Constituição e nas Leis. Nessa linha, comunica que:

– foi deferida liminar judicial (Proc. nº 053.10.013394-3, 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca da Capital) que estabelece multa de R$ 1.000,00 (um mil reais) ao dia “para que não seja turbada ou molestada a posse da autora [ou seja, caso haja piquetes, bloqueios de acesso, tomadas, etc.], como resultado do movimento grevista”, em quaisquer dos Campi e Unidades isoladas da USP;

– não haverá pagamento dos dias não trabalhados.

São Paulo, 4 de maio de 2010.

A Reitoria

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados