USP recebe seleções para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016

O Centro de Práticas Esportivas será o local de treinamento pré-jogos para quatro delegações de alto desenvolvimento esportivo: China (Canoagem), França e Itália (Atletismo) e Rússia (Canoagem).

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

O processo de aclimatação é muito importante e finaliza toda a preparação de uma equipe para os Jogos Olímpicos e Jogos Paralímpicos

O Centro de Práticas Esportivas da USP (Cepeusp) vai receber as seleções esportivas da China, França, Itália e Rússia para realizarem o processo de aclimatação no país para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. O Cepeusp é uma das 170 instalações esportivas brasileiras credenciadas como local de treinamento pré-jogos.

869
Atletas da seleção brasileira de paracanoagem, cuja modalidade tem parceria com o Cepeusp para treinamento desde abril de 2014

A recepção dos atletas e seleções faz parte do “Projeto Cepeusp Olímpico”. Após a escolha do Rio de Janeiro, em 2009, como sede dos Jogos, o Cepeusp fez um planejamento sobre sua participação e o enviou para o Comitê Olímpico Brasileiro e para o Comitê Organizador Rio 2016.

O projeto foi apresentado durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Londres, em 2012, aos mais de 200 países que estarão presentes no Rio de Janeiro.

Como resultado da candidatura do Cepeusp, quatro países, de alto desenvolvimento esportivo, realizarão as respectivas aclimatações nas instalações do Centro. São eles:

[table “82” not found /]

O Cepeusp foi procurado pelas delegações dos países, tanto pela qualidade de suas instalações quanto por estar em São Paulo, cidade com vasta rede hoteleira, hospitalar, facilidade de acesso ao Aeroporto de Congonhas, entre outros atributos.

Para a utilização das instalações, foram feitos acordos com as Federações dos Esportes e Comitês Olímpicos dos países para contribuir com a manutenção do Cepeusp. Além disso, as delegações da França e da Itália compraram, respectivamente, novos materiais para a pista de atletismo e equipamentos de musculação que, depois dos treinamentos, farão parte da estrutura do Cepeusp.

Apesar de a preparação esportiva ser o foco, algumas seleções, como as da Itália e da França, com o auxílio de seus Consulados, vão realizar atividades culturais para a comunidade USP durante a estadia no Centro.

Troca de conhecimento

Segundo o coordenador do “Projeto Cepeusp Olímpico”, Carlos Bezerra, a participação da USP acontece de uma forma integrada, com a ajuda de Unidades e Órgãos. A área de musculação, a piscina e um auditório da Escola de Educação Física e Esporte (EEFE) também serão usados por algumas delegações; a Prefeitura do Campus da Capital (PUSP-C) apoiará na logística; a Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) ajudou a selecionar alunos do curso de Letras, na habilitação em chinês, para recepcionar a delegação chinesa.

Outros destaques do projeto são o envolvimento da comunidade universitária e a troca de conhecimento com atletas olímpicos – que podem ser futuros medalhistas. Alunos da USP atuarão como coordenadores e assessores de coordenação ou voluntários. No dia 6 de julho, será realizado um curso para apresentar os procedimentos adotados durante o recebimento das seleções. Os estudantes e professores da Universidade de áreas relacionadas ao esporte também poderão assistir aos treinos e participar de palestras e workshops com atletas e técnicos das equipes.

“Com esse projeto, a USP está inserida no maior evento do planeta. E, além da contribuição ao país, tem o legado material, que serão os equipamentos, adquiridos pelas delegações, que ficarão no Cepeusp após os treinamentos; e a troca de conhecimento, que é fundamental, pois os alunos da USP terão a oportunidade de acompanhar o treinamento de grandes atletas, o que não tem preço para a formação deles”, afirmou Bezerra.

Dentro do projeto, o Cepeusp cedeu alguns espaços como contribuição da Universidade para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, em que no qual já recepciona as seleções brasileiras de canoagem e remo, paracanoagem e para-remo, na raia olímpica; e esportistas do atletismo em sua pista.

Instalações

Localizado na Praça 02, Prof. Rubião Meira, 61 – Cidade Universitária “Armando de Salles Oliveira” (Cuaso), o Cepeusp foi criado em 1975 e oferece à comunidade universitária (alunos, docentes, funcionários e seus dependentes) programas de educação física, esporte, recreação e oportunidade de prática de atividades físicas, visando ao bem-estar, à melhoria da qualidade de vida e à sua integração, estendendo à comunidade externa na medida de suas possibilidades.

A atual infraestrutura do Cepeusp deve muito aos Jogos Pan-Americanos que seriam realizados em São Paulo, no ano de 1975. Com a necessidade de aumentar a oferta de instalações, surgiram recursos para a construção das quadras cobertas, do velódromo e do estádio, tudo dentro dos padrões olímpicos da época, mas os Jogos não aconteceram na cidade devido a um surto de meningite, ocorrido em 1974. A pista de Atletismo, inaugurada em 21 de outubro de 1972, foi reformada e reaberta em 8 de junho de 2013.

Com uma área de 514.244 metros quadrados, dispõe de uma infraestrutura com equipamentos para a prática de diversas atividades física e esportivas, como conjunto aquático, estádio, campos de futebol, campo de futebol areia, espaço multiuso, vestiários, lanchonete, pista de atletismo, velódromo, quadras externas e cobertas, quadras de tênis e raia olímpica.

Mais informações sobre o “Projeto Cepeusp Olímpico” podem ser obtidas pelo telefone (11) 3091-3514, ou pelos e-mails stargate@usp.br / roselifb@usp.br, respectivamente com Carlos Bezerra e Roseli Ferreira Bernardo.

(Foto: Divulgação)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail