Biblioteca Brasiliana lança chamada para pesquisadores associados

A iniciativa, que é inédita, tem como objetivo o de consolidar o perfil da Biblioteca como centro de pesquisa, buscando compor um corpo permanente de pesquisadores.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

A iniciativa, que é inédita, tem como objetivo o de consolidar o perfil da Biblioteca como centro de pesquisa, buscando compor um corpo permanente de pesquisadores

A diretora da Biblioteca, Sandra Guardini Teixeira Vasconcelos, pretende consolidar o perfil da BBM como centro de pesquisa

A Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (BBM), ligada à Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária, está lançando uma chamada para pesquisadores associados da Universidade que tenham interesse em desenvolver projetos relacionados ao seu acervo.

O órgão pretende acolher projetos de pesquisa que tenham relação com suas finalidades acadêmicas e afinidades com seu perfil e natureza, por meio de investigações que explorem sua coleção de fontes primárias e secundárias. Para se candidatar, o interessado deve ser docente da Universidade, atuante nos programas de pós-graduação e ter experiência de pesquisa na área de estudos brasileiros.

A iniciativa, que é inédita, tem como objetivo o de consolidar o perfil da Biblioteca como centro de pesquisa, buscando compor um corpo permanente de pesquisadores. Segundo a diretora da Biblioteca e professora titular da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), Sandra Guardini Teixeira Vasconcelos, a constituição do Comitê Acadêmico da Biblioteca, em maio do ano passado, foi importante na formulação de modalidades de participação e vínculo de pesquisadores com a BBM.

Além da diretora, o Comitê Acadêmico da Biblioteca é formado pela vice-diretora da BBM, Giuliana Ragusa; por quatro docentes da FFLCH — Angela Alonso, Antonio Dimas, Jorge Mattos Brito de Almeida e Maria Helena P.T. Machado; e pela especialista em Pesquisa, Cristina Antunes.

“Este espaço se chama Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, mas se vê, se percebe e se quer como um centro de pesquisas, na esteira de grandes bibliotecas norte-americanas, que são centros de pesquisas, que acolhem pesquisadores para que possam desenvolver suas pesquisas explorando os acervos dessas bibliotecas”, destaca Sandra, que cita como exemplos The John Carter Brown Library, ligada à Brown University, e The William Andrews Clark Memorial Library, da University of California.

Outra importante iniciativa nesse sentido será o lançamento de um edital, voltado para pesquisadores e pós-graduandos externos à Universidade, brasileiros ou estrangeiros, no segundo semestre deste ano.

Mais informações sobre a chamada dos pesquisadores podem ser acessadas no site da Biblioteca.

(Foto: Ernani Coimbra)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados