Alunos de graduação da USP farão intercâmbio com universidades portuguesas

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

(foto: Ernani Coimbra)

A reitora Suely Vilela e alguns alunos de graduação da USP contemplados com a bolsa Luso-brasileira do Santander

O Programa de Bolsas Luso-Brasileiras do Santander Universidades Mobilidade Internacional entregou, ontem (07/08), 14 bolsas para alunos de graduação da Universidade de São Paulo (USP). Eles irão estudar por seis meses em universidades portuguesas neste segundo semestre. No total, são 175 bolsas distribuídas para as 16 instituições conveniadas, entre elas, Unicamp e Unesp. Na solenidade, realizada no Centro de Convenções da instituição bancária, os estudantes, que concluíram o intercâmbio no primeiro semestre, relataram suas experiências. A aluna de Psicologia da USP, Raquel Zanelatto, afirmou que a bolsa lhe proporcionou um grande enriquecimento profissional e pessoal. "Ao manter contato com outra cultura, com outra forma de lidar com a ciência, voltei ao Brasil com um novo olhar", disse a estudante, que esteve por seis meses na Universidade do Porto.

Presente ao evento, a reitora Suely Vilela, em seu discurso, ressaltou que a promoção da mobilidade internacional de docentes e estudantes é um passo determinante para a inserção das instituições no âmbito internacional, conduzindo-as à categoria de universidades de classe mundial. "Expresso o reconhecimento da Universidade de São Paulo ao Banco Santander pela concessão de bolsas, em 2007, e às novas concessões para 2008. Ampliam-se, assim, as oportunidades para que outros estudantes troquem experiências que lhes fortaleçam a formação, além de lhes enriquecer cultural e pessoalmente", afirmou.

A pró-reitora de Graduação, Selma Pimenta Garrido, que também prestigiou a solenidade, informou que a USP criou um programa interno de apoio à internacionalização nas Unidades. "No ano passado, iniciamos o apoio para que os alunos de graduação possam receber ajuda para participar de eventos no exterior. Em 2007, foram alocados R$ 200 mil para o programa, mas, em 2008, conseguimos triplicar essa verba, passando para R$ 600 mil", explicou.

Além da pró-reitora de Pesquisa, Mayana Zatz, participaram do evento o reitor da Unesp, Marcos Macari; o reitor da Unicamp, José Tadeu Jorge; o reitor da UFPE, Amaro Henrique Pessoa Lins; o presidente do Santander, Fábio Barbosa; o cônsul geral de Portugal em São Paulo, José Guilherme Queiroz de Ataíde, e o vice-presidente do Santander Universidades, Jamil Hannouche.

Bolsa Luso-Brasileiras O programa estimula a cooperação entre os dois países e oferece bolsas de estudo de um semestre para estudantes aprofundarem seus conhecimentos e vivenciarem outras práticas culturais. Lançado no ano passado, o programa oferece a oportunidade a 175 alunos brasileiros realizarem intercâmbio em 15 universidades portuguesas e 165 estudantes portugueses visitarem instituições brasileiras, estreitando relações bilaterais.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail