Acordo com Aichi University pretende aumentar intercâmbio de estudantes com o Japão

Assinado em 14/01, o acordo prevê a criação de ações para aumentar o intercâmbio de estudantes, docentes e pesquisadores e incentivar a parceria em pesquisa.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Na última segunda-feira, dia 14 de janeiro, a USP e a National University Corporation Aichi – University of Education (AUE) assinaram um acordo de cooperação acadêmica. No documento, as duas instituições se comprometem em enriquecer seus programas educacionais internacionais, criar ações para aumentar o intercâmbio de estudantes, docentes e pesquisadores e incentivar a parceria em pesquisas.

O acordo prevê a criação de ações para aumentar o intercâmbio de estudantes, docentes e pesquisadores

O reitor João Grandino Rodas enfatizou que o acordo representa uma nova etapa de cooperação e abre muitas oportunidades para as duas instituições. “É importante para os nossos estudantes irem para o Japão, entrar em contato com a cultura, com a ciência, com a filosofia e com a língua japonesa. Normalmente os estudantes preferem ir para países com línguas próximas ao português, mas é preciso incentivar o intercâmbio para países com línguas diferentes”, afirmou.

O vice-reitor Executivo de Relações Internacionais, Adnei Melges de Andrade, também lembrou da importância do processo de internacionalização da Universidade e dos esforços feitos para diversificar as parcerias; ampliar os programas de intercâmbio – como o Programa de Bolsas de Intercâmbio para Alunos de Graduação que, em breve, terá o seu segundo edital; e para receber cada vez mais alunos estrangeiros de outras universidades.

A Aichi University of Education foi representada pelo presidente, Masahisa Matsuda; o presidente do Centro de Relações Internacionais, Hidetoshi Miyakawa; e a professora de Língua Estrangeira, Kimiko Nii. Pela USP, estavam presentes o diretor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), Sérgio Adorno; o diretor do Instituto de Psicologia (IP), Gerson Yukio Tomanari; os professores da FFLCH, Sedi Hirano e Laura Izarra; e a presidente da Comissão de Relações Internacionais da Faculdade de Educação (FE), Tizuko Mochida Kishimoto.

(Foto: Ernani Coimbra)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados