Osusp recebe maestro Marcelo Lehninger e pianista Sônia Goulart 

O programa do concerto inclui obras de Maurice Ravel, Frederic Chopin e Ludwig van Beethoven

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
No dia 9, a Osusp fez um ensaio aberto à comunidade, no Auditório do CDI (Foto: Cecília Bastos / USP Imagens)

A Orquestra Sinfônica da USP (Osusp) apresenta, no próximo dia 10 de junho (sábado), às 21h, mais um concerto da temporada 2017, na Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes, 16, Campos Elíseos, em São Paulo).

Desta vez, o concerto terá a regência do maestro Marcelo Lehninger e a participação da pianista Sônia Goulart. O programa inclui as obras Pavane pour une infante défunto, de Maurice Ravel; Concerto para Piano n° 2 em Fá Menor Op. 21, de Frédéric Chopin; e Sinfonia n° 5 em Dó Menor Op. 67, de Ludwig Van Beethoven.

O jovem maestro Lehninger vem se destacando como um dos principais regentes brasileiros e, atualmente, é regente da Orquestra Grand Rapids, de Michigan, nos Estados Unidos. Filho da pianista Sônia Goulart e do violinista Erich Lehninger, já regeu importantes orquestras norte-americanas e brasileiras, além de sinfônicas da Austrália, Canadá, França, Alemanha, Eslovênia e Suíça.

A pianista Sônia Goulart é detentora de mais de trinta prêmios nacionais e internacionais. É doutora em Música pela Escola Superior de Música e Teatro de Hannover, na Alemanha, e é professora titular da Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Na sexta-feira, dia 9, a Osusp fez um ensaio aberto gratuito à comunidade, no Auditório do Centro de Difusão Internacional (CDI). Esses ensaios, realizados uma vez por mês, seguem os mesmos programas apresentados na Sala São Paulo, com explicações adicionais e comentários sobre as obras e sobre o trabalho da Orquestra.

A programação completa de concertos e ensaios abertos pode ser acompanhada na página da Orquestra no Facebook.

Assista, a seguir, à entrevista do maestro Marcelo Lehninger, na qual ele fala sobre a escolha do repertório e sobre a experiência de reger a Osusp.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados