Museu Paulista lança concurso para restauro do edifício-monumento

Cerimônia de lançamento contou com apresentação da Orquestra Sinfônica da USP, que reuniu mais de 60 mil espectadores

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
A Osusp e o Coral da USP (CoralUSP), sob a batuta do maestro Roberto Tibiriçá, fizeram uma apresentação especial no Parque da Independência (Foto: Divulgação Osusp)

Um concerto da Orquestra Sinfônica da USP (Osusp) e as atividades promovidas em parceria com Sesc Ipiranga, que reuniram público estimado em mais de 60 mil pessoas no Parque da Independência, marcaram o lançamento do concurso para escolha do projeto de restauro e modernização do edifício-monumento do Museu Paulista.

A diretora do Museu, Solange Ferraz de Lima, deu início à cerimônia, realizada no hall do edifício sede do Museu, anunciando o lançamento oficial do site do concurso que premiará três estudos preliminares de arquitetura para o restauro e modernização do prédio.

O primeiro colocado celebrará o contrato para a elaboração dos projetos executivos completos. A previsão é que o Museu seja reaberto em 2022, nas celebrações do Bicentenário da Independência, com suas instalações inteiramente modernizadas e adequadas às normas de acessibilidade e segurança. O edifício passará a ser dedicado exclusivamente à visitação pública, com exposições e espaços de fruição visual de sua arquitetura monumental.

“Queremos tornar o edifício acessível a todos, que o Museu faça jus ao imaginário nacional e seja reconhecido internacionalmente”, afirmou Solange.

O reitor Marco Antonio Zago (à dir.) anunciou que o Museu passará a ser oficialmente chamado como Museu do Ipiranga (Foto: José Rosael)

A representante do Grupo Mulheres do Brasil (GMdB), Raquel Preto, destacou a colaboração da entidade “de forma intensa e profunda para o restauro e a reforma do Museu”. No dia 4 de setembro, o GMdB assinou um protocolo de intenções com o Governo do Estado e a USP para o desenvolvimento do programa “Aliança Ipiranga 2022”, que tem como objetivo a união de esforços do setor público e da iniciativa privada para a restauração do Museu.

Já o superintendente de Administração do Sesc, Luiz Deoclécio Massaro Galina, ressaltou a importância do Museu na formação da brasilidade e da cidadania. “Este foi o primeiro Museu que visitei em minha vida e que está em minha memória afetiva”, afirmou.

A necessidade do resgate da nacionalidade brasileira também foi o ponto salientado pelo secretário Estadual de Cultura, José Luiz Penna. “Precisamos refazer esse compromisso e prosseguir com o projeto mítico de uma nação sem dificuldades de intolerância”, disse.

Para o reitor da USP, Marco Antonio Zago, “precisamos reassumir o papel do Museu e vamos engajar a população no grande esforço para reabri-lo”. O reitor aproveitou a oportunidade para anunciar que o Museu passará a ser oficialmente chamado como Museu do Ipiranga.

A USP firmou uma parceria com o Sesc Ipiranga para promover uma programação especial, intitulada “Museu do Ipiranga em Festa” (Foto: José Rosael)

Assista, a seguir, ao vídeo produzido pelo Sesc Ipiranga sobre a programação do “Museu do Ipiranga em Festa”.

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados