Compreenda com + afeto

 
 

Não houve um “Olá, muito prazer” quando me apresentaram à matemática. Como na maioria das escolas e livros, ela apareceu de repente, descrita apenas como uma série de procedimentos técnicos sem significado. E aprendi a odiá-la bem rápido, como costumamos fazer quando não somos capazes de enxergar a verdadeira essência daquilo a que chamamos “desconhecido” ou “outro”.

Mas há quatro anos, quando comecei a trabalhar no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, não usaram um apanhado de nomes, posições e funções para explicá-la. Simplesmente me mostraram a beleza das formas do universo, das contradições do mundo, da constante transformação da vida. Só então, a matemática ganhou novos contornos e compreendi que ela é tão cheia de graça quanto o português e as demais linguagens verbais que usamos para nos comunicar.

Despertar esse novo olhar para a matemática é o principal objetivo do Jornal da USP ao lançar este Especial. Aqui, você saberá por que “a matemática está em tudo”, tema da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de 2017. Aliás, este e o próximo ano foram instituídos como o Biênio da Matemática no Brasil. Nesses dois anos, diversos eventos tomarão conta do território nacional, incluindo o Congresso Internacional de Matemáticos, que ocorrerá pela primeira vez no País de 1º a 9 de agosto de 2018.

Nesses tempos em que falar sobre ciência torna-se ainda mais primordial, o Jornal da USP e o ICMC se uniram ao Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e ao Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI) para estimular algumas reflexões matemáticas. Esperamos que você aprecie o resultado e possa enxergar a matemática e as outras ciências com mais afeto!

Denise Casatti
Analista de Comunicação no ICMC/USP

.

 
 

 
 

 
 

 
 

Será que os conhecimentos matemáticos podem ajudar a vencer um jogo ou a desenvolver novos games? Nos vídeos produzidos pelo Centro de Ciências Matemáticas à Indústria (CeMEAI), quatro professores da USP ajudam a responder essa pergunta.

 
 

 
 

 
 

O Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) está ajudando a transformar vidas. Conheça algumas histórias inspiradoras de estudantes que participaram da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas.

 
 

A hexamedalhista que virou professora
Em Olímpia, no interior de São Paulo, Eliani Beloni constrói trajetória de sucesso na matemática e realiza sonho de infância

 
 

A matemática na ponta dos dedos
No Instituto Benjamin Constant, centro de referência para alunos cegos ou com baixa visão, a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas estreita os laços dos alunos com a ciência dos números

 
 

Após convento, ex-noviça ganha medalhas e sonhos
Da zona rural de Bom Jesus do Itabapoana, no Rio de Janeiro, Lucy Degli Esposti conquistou uma vaga em um instituto federal

 
 

 
 

Para muitos pesquisadores, a matemática é como música para os ouvidos. O projeto ICMCast torna essa música acessível pela internet ao disponibilizar bate-papos descontraídos com matemáticos do Brasil e do mundo.

 
 

Ouça Daniel

O professor Daniel Levcovitz, do Instituto de Ciência Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, explica como são as pesquisas na área de álgebra e fala sobre o passado, o presente e o futuro dos cursos de matemática.

 

Ouça Jaume

Professor da Universidade Autônoma de Barcelona, na Espanha, Jaume Llibre revela as questões que envolvem uma das dores de cabeça que mais atordoam os matemáticos: o 16º problema de Hilbert.

 
 

Ouça Ítala


A professora Ítala D’Ottaviano, do departamento de filosofia da Unicamp, explica o que é lógica e por que, desde o início do século XX, assistimos ao surgimento das chamadas lógicas não clássicas.

 

Ouça Leandro


O professor Leandro Aurichi, do Instituto de Ciência Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, conta como são os Seminários de Coisas Legais e aborda os problemas que valem um milhão de dólares.

 
 

 
 

Desertos e padrões
Phillipo Lappicy
Pós-doutorando do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação e bolsista da Fapesp

O velório e a matemática
Paulo da Veiga
Professor do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da USP

 
 

Quanto vale a matemática para o Brasil?
Marcelo Viana
Matemático, diretor-geral do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada, ganhador do Prêmio Louis D., do Institut de France

Brincadeiras e jogos aproximam crianças da matemática
Marcelo Viana
Matemático, diretor-geral do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada, ganhador do Prêmio Louis D., do Institut de France

 
 
 

.

Reportagem e redação: Alexandre Wolf, Karine Rodrigues e Denise Casatti  |  Edição: Denise Casatti  |  Arte: Caio de Benedetto e Thais Helena dos Santos  |  Vídeos: equipe do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria  |  ICMCast: Amanda Figur, Eder Santana e Thays Jordão  |  Fotografias: Denise Casatti, Fernando Mazzola, Henrique Fontes, Neylor Fabiano e Nilton Junior/ArtyPhotos  |  Colaboração: Aline Naoe, Fernando Mazzola, Hérika Dias e Neylor Fabiano

.