Professor da USP analisa o processo de urbanização da Vila Romana

Palestra será neste sábado, dia 10, às 16 horas, na Casa Amarela da Vila Romana, em São Paulo

Por - Editorias: Cultura
A Casa Amarela da Vila Romana, em São Paulo, onde será realizada a palestra do professor Leonardo Mello e Silva, funciona atualmente como centro de exposições – Foto: Soraia Pierrot

Espaço público e participação cidadã: o exemplo da Vila Romana. Este é o tema da palestra que será realizada neste sábado, dia 10, às 16 horas, na Casa Amarela da Vila Romana, pelo professor Leonardo Mello e Silva, do Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP. O professor é membro fundador do Mover, um movimento de oposição à verticalização do bairro da Vila Romana, em São Paulo, que surgiu em 2003 após a derrubada de duas fábricas históricas da região. A entrada é grátis.

Construída em 1921 pelo imigrante italiano Angelo de Bortoli, a Casa Amarela da Vila Romana hoje funciona como um centro de exposições e divulgação da cultura – com frequente participação de professores da USP e pesquisadores formados pela Universidade. Ela é de propriedade da artista Janice de Piero, neta de Angelo de Bortoli.

“A relação íntima estabelecida com os moradores da região abre espaço para pessoas não familiarizadas com arte contemporânea, possibilita trocas e encontros entre diferentes esferas sociais e intelectuais”, afirma Janice, no texto de apresentação da casa publicado no seu site. “A casa sempre oferece uma obra fixa, uma instalação de caráter instigante e reflexivo. Durante o tempo em que a instalação fica em cartaz, outras coabitações acontecem, os visitantes contribuem com propostas de ações artísticas, culturais e educativas para o espaço expositivo.”

A Casa Amarela foi construída em 1921 – Foto: Soraia Pierrot

A Casa Amarela da Vila Romana fica na Rua Camilo, 955, Vila Romana, em São Paulo, telefone (11) 97512-0704. Mais informações em www.janicedepiero.art.br/casa-amarela.

 

 

Textos relacionados