Obras do MAC são referência para o estudo da arte

O público visita a exposição e se emociona ao ver a história da arte e da sociedade nas obras dos grandes mestres

Por - Editorias: Cultura
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

…..

A exposição Visões da Arte no Acervo do MAC USP 1900-2000 vem atraindo também os visitantes da 32ª Bienal Internacional de São Paulo. Um público que se surpreende ao ver as obras que são referência na história da arte.

…….

Diogo Henrique Feliciano: “É um acervo que é uma síntese da História da Arte” - Foto: Cecília Bastos/USP Imagens
Diogo Henrique Feliciano: “O acervo do MAC é uma síntese da história da arte” – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

…..

O carioca Diogo Henrique Feliciano, 24 anos, formado em Artes Plásticas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), relata que não esperava encontrar Modigliani, Picasso e Paul Klee convivendo com Tarsila do Amaral, Anita Malfatti e Di Cavalcanti. “Eu não imaginava que o MAC tinha um acervo tão precioso. É a primeira vez que visito o museu e achei interessante como, depois de passar pelas incertezas da Bienal, descubro os caminhos da arte pontuando tão claramente a história da humanidade.”

…….

Os argentinos Graciela Bravo, Carlos de Verquiza e Carlos Di Pasquo: “O MAC emociona” - Foto: Cecília Bastos/USP Imagens
Os argentinos Graciela Bravo, Carlos de Vequisa e Carlos Di Pasquo: “O MAC emociona” – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

…..

Um grupo de argentinos também aproveitou para atravessar a passarela que liga a Bienal das Incertezas Vivas – tema da mostra – às visões sugeridas pelo MAC. A atriz Graciela Bravo e o diretor de teatro Carlos de Vequisa são conduzidos na exposição pelo cenógrafo Carlos Di Pasquo. “Fiquei emocionado ao ver os grandes mestres com os contemporâneos. Estou aqui dando uma aula para os meus amigos através das esculturas e pinturas. Uma grata surpresa me encontrar especialmente com Umberto Boccioni.” Ao ver a obra Desenvolvimento de uma Garrafa no Espaço, de 1912, o cenógrafo fica paralisado. “É de uma beleza infinita.”

…..

Marina Barzon: “São quadros que são uma referência da arte moderna e contemporânea” - Foto: Cecília Bastos/USP Imagens
Marina Barzon: “Esses quadros são uma referência da arte moderna e contemporânea” – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

……

Marina Barzon Silva, aluna de mestrado do curso Estética e História da Arte da USP, tem se dedicado a pesquisar o acervo do MAC. Mas fica surpresa diante da obra de Giuseppe Santomaso. “Esse artista italiano nascido em 1907 é o meu objeto de estudo. Nesta exposição vejo que o meu aprendizado será infinito.”

Leia também:

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados