Mestrado da USP sobre a Gibiteca de Santos ganha destaque em livro

Trabalho da mestranda Daniela Marino, da Escola de Comunicações e Artes (ECA), mostra a importância das gibitecas para a promoção da cultura e a formação de leitores

Por - Editorias: Cultura
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
A Gibiteca Municipal de Santos se localiza na orla da praia
A Gibiteca Municipal de Santos se localiza na orla da praia – Foto: Divulgação

O livro Quadrinhos e Educação – Fanzines, Espaços e Usos Pedagógicos, organizado pelos pesquisadores Amaro Braga e Thiago Modenesi e lançado em julho passado, aborda em um de seus capítulos o tema do mestrado de Daniela Marino, que está sendo desenvolvido na Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, com conclusão prevista para maio de 2018. Sob orientação do professor Waldomiro Vergueiro, especialista em quadrinhos, o trabalho trata das interfaces sociais da comunicação e se baseia na Gibiteca Municipal de Santos Marcel Rodrigues Paes.

O livro recém-lançado Quadrinhos e Educação
O livro recém-lançado Quadrinhos e Educação – Foto: Divulgação

Intitulado Gibitecas como Polos de Fomento à Cultura e Formação de Público Leitor de Histórias em Quadrinhos: Estudo de Caso da Gibiteca Municipal de Santos, o mestrado embasou o artigo publicado no livro de Braga e Modenesi, o terceiro da série Quadrinhos e Educação. O texto foi escrito por Daniela, em parceria com a pesquisadora mineira Natania Nogueira, e traz as experiências de ambas com gibitecas. A série Quadrinhos e Educação visa a compartilhar iniciativas relacionadas às aplicações pedagógicas das histórias em quadrinhos.

Apresentação do projeto de mestrado de Daniela Marino, feita em julho passado na Unifesp
Apresentação do projeto de mestrado de Daniela Marino, feita em julho passado na Unifesp – Foto: Divulgação

Daniela conta que a Gibiteca Marcel Rodrigues Paes tem garantido à população santista o acesso à cultura através de diversos eventos públicos oferecidos durante todo o ano. “Foram 188 eventos realizados em 2015, que vão desde a contação de histórias infantis a lançamentos e bate-papos com artistas nacionais”, comenta. Por conta dessa intensa atividade, a gibiteca ganhou o Troféu Jayme Cortez de Divulgação dos Quadrinhos Nacionais no 32º Prêmio Angelo Agostini, ocorrido no dia 30 de janeiro deste ano, em São Paulo.

Além dos eventos regulares, cursos de desenho e oficinas artísticas também são realizados com frequência e atraem pessoas que pretendem aperfeiçoar suas habilidades, gratuitamente. Mas as atividades da Gibiteca Municipal não se limitam ao próprio espaço físico. Desde 2015 é desenvolvido o projeto Baú da Gibiteca, que leva gibis às escolas mais periféricas da cidade. Para Daniela, essa é uma iniciativa importantíssima,  pois possibilita “que crianças que não costumam ter acesso às histórias em quadrinhos possam se aventurar na leitura de diversos títulos”.

A pesquisadora revela que cartunistas com trabalho expressivo, como Maurício de Souza e Fábio Yabu, já demonstraram seu apreço por espaços como esses e defenderam a importância que eles têm para a aproximação da população à cultura e para a formação de um público leitor.

Encontro sobre super-heróis, um dos vários eventos promovidos pela Gibiteca
Encontro sobre super-heróis, um dos vários eventos promovidos anualmente pela Gibiteca – Foto: Divulgação

O nome da Gibiteca Municipal de Santos é uma homenagem ao jornalista santista Marcel Rodrigues Paes, especialista em quadrinhos do jornal A Tribuna, de Santos. Formado em Jornalismo pela Universidade Católica de Santos (Unisantos) em 1988, Paes, que era hemofílico, contraiu Aids durante uma transfusão de sangue e morreu em 1992, aos 26 anos de idade. Seguido por centenas de pessoas, seu enterro comoveu a cidade e despertou um forte e bem-sucedido movimento em favor do controle da qualidade do sangue em Santos.

A Gibiteca Municipal de Santos Marcel Rodrigues Paes está localizada no Posto 5 da Praia do Boqueirão, em Santos (SP). O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, sábados e domingos, das 9h às 13h. Entrada grátis. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (13) 3288-1300 e na página da gibiteca no Facebook (www.facebook.com/gibitecadesantos).

 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados