MAC apresenta “Retroperspectiva” de Alex Flemming

Com curadoria de Mayra Laudanna, exposição que será inaugurada no dia 13 de agosto reúne 110 obras para comemorar 40 anos de trajetória do artista

Por - Editorias: Cultura
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
Instalação - Foto:
Instalação “Lápides”, Alex Flemming – Foto: Divulgação

Os 40 anos de Alex Flemming na arte brasileira são comemorados no Museu de Arte Contemporânea (MAC) da USP. A partir do dia 13 de agosto, a mostra Retroperspectiva, sob a curadoria de Mayra Laudanna, apresenta 110 obras de diversas séries, desde objetos até pinturas sobre superfícies não tradicionais.
“Diversidade é o cerne de sua produção, justamente o que se destaca nesta retrospectiva desse já conhecido artista paulista e brasileiríssimo, como ele próprio faz questão de destacar”, explica Mayra, professora do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP. “Desde o início de sua trajetória, no final dos anos de 1970, quando ainda frequentava, como estudante, a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, Flemming defende a pesquisa e a constância como imprescindíveis às artes, assim como a ideia de conjugar, em seus trabalhos, as diferentes artes: pintura, fotografia, gravura e objetos.”
Mayra destaca a construção do percurso do artista a partir de variações sequenciais. “Não há regras, mas sim circulação. Por isso as máscaras que recorta para produzir a série Múmias, dos anos 1980, servem, ulteriormente, entre outras máscaras utilizadas em outros trabalhos, para construir fundos de outras séries, no caso Alturas, de 1990.
A curadora observa que muitos são os exemplos dessa circularidade. “Por isso, os autorretratos são, por assim dizer, obras que conduzem o visitante à compreensão de outras obras, de épocas diversas, ao mesmo tempo em que indiciam a ideia de apropriação, reutilização e reconstrução, essenciais em Alex Flemming.”

A exposição Retroperspectiva, de Alex Flemming, será aberta no dia 13 de agosto, às 11 horas, e ficará em cartaz até 11 de dezembro, de terça-feira a domingo, das 10h às 18h, no Museu de Arte Contemporânea (MAC) da USP (avenida Pedro Álvares Cabral, 1.301, Parque Ibirapuera, em São Paulo). Entrada grátis. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 2648-0254.

 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados