Exposição de Véio em São Paulo é um “monumento”, diz professor

Artista sergipano é tema de entrevista no programa “Via Sampa”, da Rádio USP

Por - Editorias: Cultura

Véio é um dos maiores artistas brasileiros contemporâneos e sua exposição, atualmente em cartaz em São Paulo, é um “monumento”.

Exposição Véio – A Imaginação da Madeira apresenta ao público peças de dimensões variadas, indo de um palito de fósforo até grandes troncos – Foto: Divulgação / Itaú Cultural

É o que afirma o professor Carlos Augusto Calil, da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, referindo-se ao escultor sergipano Cícero Alves dos Santos, conhecido como Véio, e à mostra Véio –  A Imaginação da Madeira, aberta até 13 de maio no Itaú Cultural, em São Paulo. A exposição traz cerca de 270 peças do artista.

Um dos curadores da mostra, ao lado do professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP Agnaldo Farias, Calil foi entrevistado no programa Via Sampa, da Rádio USP, no dia 20 de março.

Ouça no link acima a íntegra da entrevista.

Via Sampa vai ao ar diariamente, ao meio-dia, com produção de Heloisa Granito e apresentação de Miriam Ramos.

 

Textos relacionados