Evento na USP homenageia o professor Antonio Candido

Discussão sobre patrimônio e inauguração de espaço de memória estão na programação, que ocorre no dia 1º

Por - Editorias: Cultura
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn141Print this pageEmail
Em sentido horário, a partir do alto: Antonio Candido, suas três filhas, Ana Luisa Escorel, Laura Mello e Souza e Marina de Mello e Souza, o ator Paulo Betti e o professor José de Souza Martins – Fotos: Acervo pessoal / Divulgação

.
A Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP realizará nesta sexta-feira, dia 1º de setembro, a partir das 14 horas, o evento
Renovar Ressignificar. A proposta é discutir sobre  o patrimônio físico e intelectual da faculdade, inaugurar um espaço de memória e reflexão e fazer uma homenagem ao Professor Emérito da FFLCH Antonio Candido de Mello e Souza, que morreu em  12 de maio passado, aos 98 anos.

Segundo a diretora da FFLCH, professora Maria Arminda no Nascimento Arruda, o nome do evento demonstra que a unidade está em processo de mudança para enfrentar os desafios atuais e atuar nas questões do mundo contemporâneo. “Esse processo envolve tornar a faculdade uma interlocutora central da agenda da sociedade, da agenda pública, projetá-la dentro da USP e externamente também. E, finalmente, renovar a faculdade em um conjunto que envolve a qualificação dos espaços”, afirma.

O início das atividades, às 14 horas do dia 1º, será no Auditório Nicolau Sevcenko do prédio de Geografia e História, onde haverá apresentações sobre o patrimônio físico e intelectual do instituto.

As homenagens ao professor Antonio Candido terão início às 15 horas, com a inauguração de uma placa que dá seu nome ao edifício de Letras, localizado na Avenida Professor Lineu Prestes, na Cidade Universitária. Estarão presente as três filhas do professor: a designer, escritora e editora Ana Luisa Escorel e as historiadoras Laura Mello e Souza e Marina de Mello e Souza.

O ator e diretor Paulo Betti terá participação nas homenagens. Ele fará a leitura de trechos do livro Parceiros do Rio Bonito, de Antonio Candido, e da peça teatral Na carreira do divino, de Carlos Alberto Soffredini, inspirada na obra de Candido, que Betti dirigiu em 1979.

Às 16 horas haverá a inauguração da primeira instalação da série Espaços de Memória, no saguão do prédio da Administração da FFLCH, na Rua do Lago, também na Cidade Universitária. Com móveis originais, a instalação reproduz o espaço onde os candidatos defendiam suas teses no prédio da Rua Maria Antonia, na região central de São Paulo. Para ilustrar esse ambiente histórico, foram ampliadas duas fotos da defesa da tese de doutorado de Octavio Ianni, intitulada O negro na sociedade de castas, orientada por Florestan Fernandes, em 1961.

Octavio Ianni defende sua tese de doutorado, O negro na sociedade de castas – Foto: Acervo CAPH-FFLCH

.
A primeira imagem apresenta a banca examinadora, formada por Caio Prado Júnior, Thales de Azevedo, Florestan Fernandes, Loureiro Fernandes e Sérgio Buarque de Holanda. A outra foto traz Octavio Ianni e a plateia, composta de Fernando Henrique Cardoso, Maria Silvia Carvalho Franco, Célia Quirino, Ruth Cardoso, Luis Pereira, Gabriel Bolaff e Paul Singer.

A última programação do dia, no Salão Nobre do prédio da Administração, contará com o lançamento da publicação da aula magna de 2017 na FFLCH: A temática do homem simples no desenvolvimento das ciências humanas na Faculdade de Filosofia da USP,  proferida pelo Professor Emérito do Departamento de Ciência Política José de Souza Martins.

“A lição passada por José de Souza Martins combina fina reflexão sobre o lugar das nossas disciplinas no quadro das ciências, das disciplinas que não fazem descobertas em laboratórios, não fazem descobertas por meio de experiências com seres humanos. Elas se desenvolvem na observação fundamentada, na conversação e no diálogo com os que têm a sua própria interpretação do viver e da vida”, destaca a diretora da FFLCH.

O evento Renovar Ressignificar será realizado nesta sexta-feira, dia 1º de setembro, às 14 horas, no Auditório Nicolau Sevcenko do prédio de Geografia e História (Avenida Professor Lineu Prestes, 338); às 15 horas, no prédio de Letras (Avenida Professor Lineu Prestes, travessa 12, 350); e às 16 horas, no prédio da Administração (Rua do Lago, 717) da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP. Mais informações podem ser obtidas no endereço www.fflch.usp.br e pelo telefone 3091-4588.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn141Print this pageEmail

Textos relacionados